Para não queimar etapas, Botafogo freia aproveitamento de Matheus Nascimento entre os profissionais

35 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Para não queimar etapas, Botafogo freia aproveitamento de Matheus Nascimento entre os profissionais
Vitor Silva/Botafogo

Matheus Nascimento foi um oásis no deserto do Botafogo em 2020: o alvinegro era rebaixado com a pior campanha de sua história no Brasileiro e o garoto, então com 16 anos, mostrava desenvoltura em campo, arrancava elogios de adversários. Tudo indicava que estava sendo preparado para disputar a Série B este ano. Em um campeonato de nível inferior, seria destaque. Não é o que acontece até agora.

O Botafogo freou a presença do atacante no elenco principal este ano. Após o Campeonato Estadual, em vez de o garoto seguir no elenco de cima para a disputa da segunda divisão, ele foi reintegrado ao grupo do sub-20 e jogou o Brasileiro da categoria. Marcelo Chamusca, quando ainda era técnico da equipe profissional, foi questionado a respeito do aproveitamento da joia. Ele ressaltou a preocupação do departamento de futebol.

— Ele ainda está maturando. Temos que ter muita calma com esse processo de maturação — afirmou, em abril.

Matheus Nascimento foi fazer sua estreia na Série B apenas na 13ª rodada — jogou o segundo tempo na derrota para o Goiás. Preocupado em não queimar etapas no processo de evolução do atacante e ciente de que tê-lo no banco de reservas do profissional não ajudaria muito no seu desenvolvimento, o Botafogo fez dele titular na equipe sub-20.

Entre o fim do Estadual e a estreia na Série B, foram 12 partidas, quatro gols e uma assistência pelos juniores. No Brasileiro da categoria, a equipe alvinegra está em quinto lugar, a oito pontos do São Paulo, primeiro colocado, com boa participação de Matheus Nascimento: das 12 partidas disputadas até agora, ele entrou em campo em cinco. Foram quatro vitórias, um empate, três gols e uma assistência.

O jogador tem ficado no banco da equipe de Enderson Moreira na Série B. Apesar da visibilidade menor do que a esperada na temporada, segue valorizado, de acordo com o alvinegro. Em maio, o clube teria recebido uma proposta de aproximadamente R$ 150 milhões para vendê-lo. O Botafogo, acreditando em um potencial de valorização ainda maior do jogador, teria recusado fazer negócio. O clube tem 60% dos direitos econômicos de Matheus Nascimento.

Fonte: Extra Online

Notícias relacionadas