Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Botafogo recebe o Remo e mira início positivo na Série B; histórico é equilibrado

2 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Gol de Chay em Botafogo x Coritiba | Série B do Campeonato Brasileiro 2021
Vítor Silva/Botafogo

Após mais uma semana cheia para treinamentos, o Botafogo volta a campo neste domingo, às 16h, contra o Remo. A partida será realizada em Volta Redonda, já que o Estádio Nilton Santos foi cedido para a organização da Copa América.

Com a vitória por 2 a 0 na segunda rodada diante do Coritiba, com gols de Marco Antônio e Chay, o Alvinegro chega motivado para o duelo contra a equipe paraense. Apesar do cenário favorável no começo da Série B, o Glorioso pode não contar com Pedro Castro, principal peça do elenco nesse primeiro semestre, que passa por avaliação após desconforto muscular. Uma vitória assegura o time no G4 do Brasileirão Série B.

Para a partida deste domingo, o técnico Marcelo Chamusca já tem à disposição os novos reforços. Barreto, volante contratado junto ao Criciúma, e Rafael Moura e Diego Gonçalves, atacantes, já podem estrear pelo Botafogo. Eles devem iniciar no banco de reservas.

Do outro lado, o Botafogo vê um Remo também confiante. Com a mesma campanha do Alvinegro na competição (uma vitória e um empate), a equipe paraense aposta na famosa “Lei do Ex”. Renan Gorne, camisa 9 do Leão, é cria das categorias de base do clube carioca. Pelo sub-20, na época comandado por Eduardo Barroca, o centroavante se destacou no ano de 2016, quando fez 31 gols e liderou o título brasileiro da categoria. Pelos profissionais do Bota, Gorne teve apenas uma oportunidade.

De um modo geral, o confronto Botafogo x Remo é bem equilibrado. São apenas oito jogos oficiais, sendo três vitórias para cada lado e dois empates. O último jogo entre as duas equipes aconteceu na Série B de 2003 e o Glorioso venceu por 4 a 1.

Botafogo e Remo se enfrentam neste domingo, às 16h, no Estádio Raulino de Oliveira.

Fonte: O Dia Online

Notícias relacionadas
Comentários