BOTAFOGO VENCE VASCO, EMENDA A TERCEIRA SEGUIDA E REDUZ DISTÂNCIA PARA O G-4 DA SÉRIE B

142 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Gol de Chay - Botafogo x Vasco
Vitor Silva/Botafogo

Três jogos, três vitórias. O Botafogo manteve os 100% de aproveitamento sob o comando de Enderson Moreira ao derrotar o Vasco por 2 a 0 neste sábado, no Estádio Nilton Santos. O resultado fez o Glorioso ultrapassar o rival e ganhar duas posições na tabela da Série B, assumindo a nona posição, com 22 pontos, e também reduzir a diferença para o G-4, para quatro pontos. Que reação!

O clássico começou com a rede balançando. Logo no segundo minuto de jogo, Guilherme Santos fez a tabelinha pelo lado esquerdo com Diego Gonçalves e rolou da esquerda para Chay. O camisa 14 apareceu sozinho, Rafael Navarro tentou o domínio e acabou ajeitando para o próprio Chay chegar chutando na cara de Vanderlei e abrir o placar: Botafogo 1 a 0.

O gol cedo deu mais tranquilidade ao Glorioso, que começou imprimindo um ritmo forte e aproveitando as falhas na defesa do Vasco. Aos sete minutos, Diego Gonçalves fez mais uma boa jogada pela esquerda, passou facilmente pelos marcadores vascaínos e chutou, mas o goleiro Vanderlei conseguiu espalmar para escanteio.

Com o relógio andando, o Botafogo foi recuando um pouco mais as linhas para tentar explorar os contra-ataques. Apesar de ter mais a bola, o Vasco pouco produziu e teve sua melhor chance aos 29 minutos: Morato cruzou da direita rasteiro e o artilheiro Germán Cano bateu de primeira, assustando o goleiro Diego Loureiro.

O Botafogo voltou do intervalo mantendo-se organizado, controlando bem o jogo… e desperdiçando gols. Aos seis minutos, Diego Gonçalves emendou um belo chute de fora e acertou o travessão. Depois, aos 16, Guilherme Santos cruzou e Marco Antônio, livre na área, acabou escorando mal e jogando por cima do gol.

Assim como no primeiro tempo, o Vasco foi também tentando ganhar terreno e atacar mais o Botafogo, que se protegeu bem e não via o adversário criar grandes oportunidades. O cruz-maltino só foi assustar aos 35 minutos: Cano deu belo toque, Sarrafiore saiu em velocidade e chutou forte, mas Diego Loureiro conseguiu desviar para a linha de fundo.

No final, o Botafogo conseguiu matar o jogo no contra-ataque: Luís Oyama tocou por cima e Diego Gonçalves, cara-a-cara, finalizou para as redes, fechando em 2 a 0.

Próximos jogos

O Botafogo volta a campo no próximo domingo apenas para receber a Ponte Preta, às 20h30, no Estádio Nilton Santos, no terceiro jogo seguido em casa. Depois, no dia 12 de agosto, será a vez de enfrentar o Operário-PR, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 0 VASCO

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 31/07/2021 – 21h
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (Fifa/SC) e Johnny Barros de Oliveira (SC)
Renda e público: Portões fechados
Cartões amarelos: Rafael Navarro, Diego Gonçalves e Douglas Borges (BOT); Léo Matos (VAS)
Cartões vermelhos:
Gols: Chay 2’/1ºT (1-0) e Diego Gonçalves 43’/2ºT (2-0)

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu, Gilvan e Guilherme Santos; Barreto, Pedro Castro (Luís Oyama 29’/2ºT) e Chay (Matheus Frizzo 37’/2ºT); Marco Antônio (Warley 29’/2ºT), Rafael Navarro (Rafael Moura 32’/2ºT) e Diego Gonçalves – Técnico: Enderson Moreira.

VASCO: Vanderlei; Léo Matos (Daniel Amorim 39’/2ºT), Leandro Castan, Ernando e MT; Bruno Gomes, Andrey (Juninho 26’/2ºT) e Marquinhos Gabriel (Sarrafiore 32’/2ºT); Morato (Gabriel Pec 32’/2ºT), Cano e Léo Jabá (Figueiredo 26’/2ºT) – Técnico: Lisca.

VÍDEO | Gols e melhores momentos de Botafogo 2×0 Vasco:

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas