Por cláusulas confidenciais, votação do Conselho Deliberativo do Botafogo sobre venda a John Textor não terá transmissão

34 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Conselho Deliberativo do Botafogo em 2021
Vítor Silva/Botafogo

A reunião do Conselho Deliberativo do Botafogo marcada para esta quinta-feira, às 19h, em General Severiano, para votar a venda da SAF para John Textor não terá transmissão ao vivo, tampouco permitirá acesso aos profissionais de imprensa. O “GE” fez reportagem explicando o funcionamento da sessão.

Essas medidas ocorrem porque no contrato vinculante entre o Botafogo e a Eagle Holdings – empresa de John Textor – há cláusulas de confidencialidade que, se fossem expostas para o público em geral, poderiam comprometer o negócio.

Além disso, não é permitido o registro de imagem durante a apresentação do documento, justamente por causa da exigência de confidencialidade.

Voto não é secreto

Outro ponto bastante debatido entre os torcedores, o voto dos conselheiros – hoje são 239 no Conselho Deliberativo – não é secreto. A plataforma registra o voto de cada um, mas isso não significa que a lista será publicitada pelo clube.

A votação está prevista para começar após a explanação do conselho diretor e da Equipe de Trabalho da SAF Botafogo. Depois, haverá espaço para debate e esclarecimentos. Após isso, o tema vai a votação e o presidente do Conselho Deliberativo, Mauro Sodré, acredita que não mais do que cinco minutos serão necessários para colher os votos dos conselheiros que estarão presentes física ou remotamente.

Para aprovação, é necessária maioria simples: ou seja, 120 em caso de todos estarem presentes.

Fonte: Redação FogãoNET e GE

Notícias relacionadas