Comentarista: ‘Botafogo correu riscos contra o CRB, mas venceu. Série A é logo ali’

25 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Comentarista: ‘Botafogo correu riscos contra o CRB, mas venceu. Série A é logo ali’
Vitor Silva/Botafogo

Com a vitória em um confronto direto, o Botafogo chegou a 51 pontos na Série B e manteve o CRB com 48. Um passo importante para o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. Para o comentarista Francisco Aiello, da Rádio Globo, o clube se aproximou bem de subir.

– Na matemática do Campeonato Brasileiro, faltam 13 pontos, que significam quatro vitórias e um empate. Faltam nove jogos. O Botafogo tem totais condições de voltar à Série A, a matemática é sim favorável – afirmou Aiello.

O comentarista, entretanto, considera que o Botafogo correu riscos na partida de sexta-feira.

– Caetano foi expulso aos 31 minutos do primeiro, o que mudou totalmente o jogo. Na transmissão, falei que nem todo jogador é craque, é verdade. O jogador de futebol pode não ser craque, o que é algo especial, nem todos conseguem. Às vezes você não é o melhor em qualquer profissão, mas pode ser inteligente. O Botafogo no segundo tempo tinha que ser mais inteligente que foi. O CRB desistiu de jogar, ficou todo atrás, não entendi a proposta. Quis explorar um contra-ataque, mas como assim, se estava perdendo o jogo. O Botafogo correu risco desnecessário, eu pedia para ficar tocando bola de um lado para o outro no meio-campo. Se o CRB estava todo lá atrás, problema do CRB. Mas o Botafogo em alguns momentos rifava a bola e jogava de qualquer jeito para a área, dava o posse para o adversário. Por que jogou dessa forma errada no segundo tempo? É um pedido do treinador? Se é, errou. A estratégia do jogo era uma, fazer o relógio correr, jogar com inteligência, não precisa ser craque. O Botafogo correu risco que não precisava – alertou.

Na visão do comentarista, o Botafogo passou a levar vantagem após a expulsão, fez o primeiro gol e matou a partida no fim.

– No segundo tempo o Botafogo controlou o jogo, mas poderia ter controlado mais. Teve momento que o CRB cobrou duas faltas laterais e um escanteio, tudo porque o Botafogo permitiu o que o CRB queria. Menos mal que a bola não entrou nessas jogadas de bola parada. E no último lance do jogo praticamente Warley puxou o contra-ataque, Diego Gonçalves não conseguiu chegar e Carlinhos bateu no fundo do gol. Vitória importante, que o Botafogo precisava. São 51 pontos, faltam 13, a Série A é logo ali – finalizou.

Fonte: Redação FogãoNET e Rádio Globo

Notícias relacionadas