Comentarista opina sobre principal deficiência do Botafogo: ‘É um time leve, mas pouco combativo’

119 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Comentarista opina sobre principal deficiência do Botafogo: ‘É um time leve, mas pouco combativo’
Vitor Silva/Botafogo

Falta de combatividade no meio-de-campo. Esse é o principal problema do Botafogo na opinião do comentarista Felippe Facincani, da ESPN, na campanha irregular da equipe no Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o Glorioso voltou a tropeçar em casa e ficou no empate em 1 a 1 com o Ceará.

– É um time muito leve e pouco combativo. O Botafogo está no romantismo do projeto, mas não se aplica na competitividade prática, que é necessária no futebol. Constrói-se uma equipe no futebol a partir da estrutura defensiva, e depois você ataca – afirmou Facincani, no “ESPN FC”.

– Hoje (sábado) foi Carlos Eduardo e Tchê Tchê, isso é ficar muito exposto. O Tchê Tchê é um jogador com muita deficiência na marcação é não é de hoje. O Eduardo é um meia, é bom jogador inclusive, mas é jogador de armação, está jogando na segunda linha para ajudar na saída. É um time muito leve, mas você vê pouca combatividade. O Botafogo precisa ser mais forte e agressivo na marcação para depois passar a ser um time dominante com a bola – continuou o comentarista.

O Botafogo tem 25 pontos e terminou o sábado ainda na 12ª colocação, mas pode perder posições com o decorrer da rodada. Na próxima rodada, o Fogão joga novamente em casa e recebe o Atlético-GO, sábado (13), às 21h.

Fonte: Redação FogãoNET e ESPN

Notícias relacionadas