Destaque com Ramón Díaz nos Emirados, Gláuber revela que queria ter atuado mais pelo Botafogo: ‘Carinho muito grande’

12 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Gláuber - Al-Nasr
Divulgação

Negociado pelo Botafogo antes de completar 20 anos, Gláuber vive grande fase no Al Nasr, dos Emirados Árabes. O jogador acabou deixando o Glorioso sem sequer ter atuado uma partida pela equipe profissional, o acaba gerando uma pontinha de decepção no zagueiro, que concedeu entrevista ao “Esporte News Mundo”.

– Fiquei um pouco triste de ter saído e não poder ter jogado no profissional do Botafogo. Tenho um carinho muito grande pelo clube, pois passei a maior parte da minha vida ali dentro. Por conta do fuso horário, só consigo acompanhar os jogos do time às vezes. Domingo vi o jogo contra o Vasco e fiquei muito feliz com o desempenho e de saber que o clube está com a vaga praticamente assegurada na Série A. É o lugar de onde não deveria ter saído – afirmou.

Gláuber é comandado nos Emirados pelo argentino Ramón Díaz, um dos inúmeros treinadores que passaram pelo Botafogo na campanha do rebaixamento. O experiente treinador acabou nem treinando o time por conta de um problema de saúde, e coube a seu filho e auxiliar, Emiliano, comandar o Alvinegro em três partidas apenas.

– Ramón é um treinador muito experiente e já conquistou diversos títulos, tanto como treinador, como jogador. Devo esse meu amadurecimento a ele também, pois se trata de um grande mentor. Nosso time está numa crescente e o objetivo é brigar pelas primeiras colocações na Liga. Acabamos de vencer o clássico contra o Al Wasl por 2 a 1, um resultado que nos dá confiança para seguir trabalhando forte – disse Gláuber.

Fonte: Redação FogãoNET e Esporte News Mundo

Notícias relacionadas