Executivo aprova exigências de projeto do Botafogo: ‘Clube nunca fecha, S.A. sim!”

83 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Mesa do Conselho Deliberativo do Botafogo. Segundo projeto da Botafogo S/A será discutido e votado
Vítor Silva/Botafogo

Executivo e sócio de Consultoria para o Setor de Esportes e Entretenimento da EY, Alexandre Rangel aprovou o que foi divulgado nesta terça-feira sobre a Botafogo S/A. Após participar do início do projeto, com o estudo encomendado aos irmãos Moreira Salles à EY sobre a viabilidade do clube, ele considerou que o presidente Durcesio Mello acertou ao fazer exigências rígidas a investidores.

– Mesmo sabendo que é apenas um subconjunto de um documento maior, gostei muito do que está abaixo. Em um mundo com vários aventureiros, um clube de tradição como o Botafogo não pode aceitar nada menos que não tenha garantias e extensa segurança jurídica. Clube nunca fecha, S.A. sim! – escreveu Alexandre Rangel, no Twitter.

Nas condições impostas pelo Botafogo, o acordo será de no máximo 50 anos renováveis por mais 50 anos, com captação de recursos entre R$ 400 milhões e R$ 500 milhões. Há metas esportivas, como não rebaixamento e conquistas de expressão em dez anos.

A proposta será debatida pelo Conselho Deliberativo do Botafogo no próximo dia 27.

Fonte: Redação FogãoNET e Twitter do Alexandre Rangel