Jogo do milhão? Sem pagamento garantido, Botafogo e Vasco fazem final da Taça Rio

4 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Rafael Navarro - Botafogo x Vasco
Vitor Silva/Botafogo

Em campo, Vasco e Botafogo disputarão o segundo jogo da final da Taça Rio neste sábado, às 15h05, em São Januário. Fora das quatro linhas, o duelo fica interessante, teoricamente, porque garante R$ 1 milhão ao campeão. A Ferj, entidade que organiza o Campeonato Carioca, contudo, não dá garantias que cumprirá as premiações. O duelo terá transmissão em tempo real no LANCE!.

Com um novo contrato de televisão – saindo da “Globo” e assinando com a “Record” -, a federação teve uma queda brusca nas receitas do Carioca, o que foi ainda mais potencializado com a falta de público em detrimento da pandemia do novo coronavírus.

A Ferj não possui receita suficiente para pagar as premiações do Campeonato Carioca, como o “UOL” publicou primeiramente e o LANCE! confirmou. Portanto, é possível dizer que nem Botafogo nem Vasco, mesmo se levantarem o troféu após o duelo em São Januário, terão a certeza de que a conta bancária estará mais farta.

Vale ressaltar que tampouco Jorge Salgado, presidente do Vasco, quanto Durcesio Mello, mandatário do Botafogo, foram avisados oficialmente por parte da Ferj sobre a situação financeira. Internamente, contudo, já se sabe que a federação não possui renda suficiente para pagar toda a renda referente à cota das premiações do Estadual.

Em um duelo que, em termos esportivos, vale a 5ª colocação do Campeonato Carioca 2021, o valor em dinheiro parecia o elemento mais atrativo envolvendo a partida. Agora, sem as garantias financeiras, Vasco e Botafogo terão um último “teste de luxo” visando a Série B do Campeonato Brasileiro, que começa no fim do mês.

Em campo

O Vasco chega com uma vantagem para a partida. Por ter vencido o jogo de ida, disputado no Estádio Nilton Santos, por 1 a 0, pode até empatar neste domingo para garantir o título da Taça Rio.

O Botafogo, portanto, precisa vencer para levar a decisão, no mínimo, para os pênaltis. Qualquer triunfo do Alvinegro por um gol de diferença leva aos chutes na marca da cal – já que não possui o critério do gol qualificado fora de casa. Uma vantagem maior, consequentemente, garante o caneco ao Glorioso.

Fonte: Terra

Notícias relacionadas