John Textor dá pistas de que pretende investir em scouting e estrutura no Botafogo: ‘Deixar no padrão que desejamos’

38 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

John Textor dá pistas de que pretende investir em scouting e estrutura no Botafogo: ‘Deixar no padrão que desejamos’
Vitor Silva/Botafogo

Como será o Botafogo de John Textor? O empresário americano, que está prestes a adquirir 90% dos ativos da SAF (Sociedade Anônima do Futebol) alvinegra, deu pistas em entrevista ao site “GE”. É certo que ele vai investir em inteligência, principalmente para avaliação de jogadores.

– Em termos de plano imediato, os clubes brasileiros não investem o suficiente em scouting, em dados. Acho que precisamos trazer dinheiro e pessoas para melhorar o scouting e o scouting baseado em dados. Qualquer pessoa pode reconhecer quando os pés de um jovem foram beijados por Deus, sou inteligente o suficiente para saber disso. Eu vi um garoto aqui, na verdade alguns, cujos pés foram beijados por Deus. Acho que além do óbvio, de ver esses jogadores especiais, tem o resto todo – afirmou.

O que foi incrível no meu interesse em outros clubes é que eles provavelmente têm na Europa mais dados sobre jogadores no Brasil do que os clubes do Brasil têm sobre esses jogadores. Você vê os orçamentos desses clubes da Europa, há muitas pessoas no Brasil sendo pagas por esses clubes europeus – explicou.

Sem abrir como será o investimento, Textor admitiu que o Botafogo quer garantia de folha salarial, gastos operacionais e aportes, o que ele considera fundamental. Mas estrutura tem uma importância especial para ele.

– O investimento na estrutura, no CT, tornando um lugar melhor para jogar. Não pense que isso não importa. No Crystal Palace, botamos milhões de dólares no CT da base, e o time principal está do outro lado da rua com boa estrutura. Mas vá ao site, você vai ver que às vezes eles treinam no CT da base, de tão avançado que é – disse.

John Textor falou ainda especificamente sobre o CT Lonier e o Estádio Nilton Santos.

Minha reação ao vir aqui (CT Lonier) é de que deve ser um dos lugares mais bonitos para jogar futebol no mundo. É antigo, rústico. Deus fez o trabalho dele, agora temos que fazer o nosso. Temos que deixar a estrutura no padrão que desejamos. Falei para um de meus parceiros sobre um jogador que seria bom de trazer para cá, e ele falou: “Acho que é pedir muito, pedir para que ele saia de Londres e venha para o Brasil”. Ele não falou com essas palavras, mas é por aí. Há estádios na Premier League que têm lindos vestiários, os jogadores dirigem grandes carros… A estrutura é incrível na Premier League – citou.

Quando chego ao estádio, provavelmente quero botar uma mão de tinta em algumas coisas. Mas o que importa é o que acontece em campo. A estrutura é boa e vai melhorar. Vejo a liderança dos meus parceiros no Crystal Palace, o que eles fizeram com o CT da base lá. Há ótimos vídeos no site do Crystal Palace da estrutura lá, se você quiser saber qual é o meu padrão – complementou.

FogãoNET comenta negócio fechado pela SAF do Botafogo e primeira entrevista de John Textor. Veja live abaixo:

Fonte: Redação FogãoNET e GE

Notícias relacionadas