Jornal: John Textor injetará R$ 50 milhões no Botafogo logo após aprovação da SAF pelos sócios para ter time competitivo no Brasileirão

173 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

John Textor, da Eagle Holdings, investidor do Botafogo
Reprodução/TEDx Talks (YouTube)

Já a caminho do Brasil para assinar o contrato vinculante com a SAF do Botafogo neste fim de semana, John Textor “chegará chegando” ao Glorioso. Isso porque uma das propostas colocadas na mesa pelo empresário é um investimento mínimo na equipe profissional de R$ 50 milhões para que haja uma boa performance do time alvinegro na Série A do Campeonato Brasileiro já em 2022. A informação é do jornal “Lance” na madrugada desta sexta-feira (7/1).

Segundo a reportagem, a ideia de Textor é que a receita bruta da folha salarial tenha um aumento de 50% em relação à temporada de 2021. Por isso, existe uma “obrigação” pela montagem de uma equipe competitiva para a disputa da próxima edição do Brasileirão.

A injeção dos R$ 50 milhões a “curto prazo” é analisada pelas partes envolvidos no processo. O investimento seria feito até cinco dias após a aprovação da SAF por parte dos sócios na Assembleia Geral, marcada para o dia 14 de janeiro em General Severiano.

O jornal detalhou ainda como será feito o pagamento dos R$ 400 milhões para a compra do Botafogo:

– R$ 50 milhões a ‘curto prazo’;

– R$ 100 milhões à vista após a assinatura dos documentos;

– R$ 100 milhões em 12 meses;

– mais R$ 100 milhões em 24 meses;

– R$ 50 milhões em 36 meses.

*Atualizada às 6h07

Fonte: Redação FogãoNET e Lance!

Notícias relacionadas