Juca Kfouri vê ‘ressurgimento admirável’ do Botafogo e elogia John Textor: ‘Parece ser a pessoa certa’

107 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Juca Kfouri vê ‘ressurgimento admirável’ do Botafogo e elogia John Textor: ‘Parece ser a pessoa certa’
Reprodução/Posse de Bola UOL

O jornalista Juca Kfouri elogiou o início da Era John Textor no Botafogo. Em pouco tempo, o Glorioso conseguiu 12 reforços, trouxe um treinador português e já é o quarto colocado no Campeonato Brasileiro, após seis rodadas. Para ele, o empresário americano parece ser a pessoa ideal para tirar o Glorioso das dificuldades encontradas nos anos anteriores.

– O que acho admirável é ver esse ressurgimento do Botafogo. Sou a favor da SAF, nunca disfarcei isso, e não se trata aqui de fazer apologia ao capitalismo, mas sim que, dentro do sistema capitalista, mil vezes ver ter um empresário competente na gestão de um clube do que ver os cartolas brasileiros, que agem como se fossem donos e deixam os clubes em situações pré-falimentares. Eu prefiro ter um John Textor. E que isso perdure. A SAF, para dar certo, tem que estar na mão de gente certa. Ao que tudo indica, John Textor é a pessoa certa para tirar o Botafogo da situação que estava, e foi muito bonito o que aconteceu – afirmou Juca Kfouri no podcast “Posse de Bola”, do UOL.

Juca, no entanto, fez uma ressalva sobre a declaração de John Textor após o jogo com o Fortaleza de que as torcidas da Premier League não amam seus clubes como no Brasil. O empresário americano estava visivelmente emocionado depois de presenciar a bela festa feita pelos alvinegros nas arquibancadas do Estádio Nilton Santos no domingo, na vitória sobre o Fortaleza.

– Não quero desconfiar que ele tenha feito demagogia, ele realmente estava eufórico, foi lá comemorar com a torcida, pegou a bandeira, foi linda a cena. Agora, ele obviamente cometeu um exagero. Talvez ele tenha razão na comparação do amor do torcedor brasileiro com a maioria dos times da Premier League. Mas, certamente, o Liverpool não está dentro desse rol. Dizer que alguma torcida é mais apaixonada do que a do Liverpool, até onde foi me dado ver, eu não concordo. A torcida do Liverpool é um fenômeno de demonstração de paixão do nível que o torcedor brasileiro costuma dar. Fico me perguntando se ele tivesse comprado um clube na Argentina como seria a relação dele com esse clube – questionou Juca.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas