Marçal admite frustração por perda de vaga na Libertadores, mas vê Botafogo forte em 2023: ‘Somos candidatos a terminar entre os cinco primeiros’

14 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Marçal admite frustração por perda de vaga na Libertadores, mas vê Botafogo forte em 2023: ‘Somos candidatos a terminar entre os cinco primeiros’
Reprodução/Resenha com TF

O Botafogo chegou à última rodada do Campeonato Brasileiro dependendo apenas de si mesmo para conseguir uma vaga na Libertadores, mas a derrota para o Athletico-PR na Arena da Baixada acabou fazendo o Glorioso se contentar com a classificação para a Copa Sul-Americana. Para o lateral-esquerdo Marçal, houve uma frustração no vestiário, mas a avaliação da campanha foi positiva.

– Logo depois do jogo você via todo mundo cabisbaixo, frustrado por não ter conseguido ganhar. Ficamos muito frustrados, porque parece que a gente estava com um pé lá dentro e acabamos tombando para trás novamente. Mas vale a pena analisar a temporada de forma geral, o Botafogo está num ano de mudança, de reestruturação, a torcida estava ficando feliz de já não estarmos perto da zona de rebaixamento, conseguimos trazer essa esperança para o torcedor e para nós até o último jogo. Foi um misto de emoções depois, temos que estar orgulhosos do que fizemos – afirmou Marçal ao canal “Resenha com TF”, projetando um 2023 forte:

– Pelo que fizemos, dá para se esperar algo muito bom para o próximo ano. Vamos entrar fortes em todas as competições. Se vamos lutar pelo título do Campeonato Brasileiro, isso o mercado vai nos dizer. Mas, com certeza, somos candidatos a terminar entre os cinco primeiros colocados.

Marçal admitiu que o gramado sintético da Arena da Baixada acabou atrapalhando os jogadores do Botafogo.

– Com certeza (o rendimento abaixo do lateral teve a ver com a grama sintética). O Júnior Santos é um jogador que eu gosto muito e você vê que o jogo dele ficou limitado, principalmente por causa do campo, que interferiu muito. O Athletico-PR é o quarto ou quinto melhor mandante não por causa do time, é muito por causa do campo – avaliou o lateral-esquerdo alvinegro.

Fonte: Redação FogãoNET e Canal Resenha com TF

Notícias relacionadas