Ronaldo Castro: ‘Até tomar o gol o Vasco estava melhor que Botafogo’; René Simões cobra ‘organização’

46 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Ronaldo Castro: ‘Até tomar o gol o Vasco estava melhor que Botafogo’; René Simões cobra ‘organização’
Vitor Silva/Botafogo

A vitória do Botafogo por 4 a 0 sobre o Vasco, neste domingo, em São Januário, pela Série B, gerou opiniões diferentes no programa “Os Donos da Bola”, da “Band”. O comentarista Ronaldo Castro acredita que o time da casa era superior no início da partida e poderia ter tido sorte melhor.

– O Botafogo estava tranquilo, se fechou, fez gols nos contra-ataques. Até tomar o gol o Vasco estava melhor, o goleiro do Botafogo fez duas grandes defesas, o Vasco estava em cima, mas o contra-ataque rápido matou o jogo. O Vasco entrou no desespero, teve lambança do lateral-direito, o que ele fez foi um negócio… Já tinha cartão amarelo, entrou no tornozelo do jogador do Botafogo. No segundo tempo, o Botafogo participou de um treinamento, tocou para lá e para cá. Vai meter cinco ou seis? Se força, faz – disse Ronaldo Castro.

– Se o Vasco naquele sufoco faz 1 a 0, como é que fica? Ia mudar a característica do jogo. Se o Cano faz o gol de pênalti contra o Guarani, o negócio era outro. Estava melhor até tomar o gol. O Botafogo estava em uma posição muito cômoda – salientou.

Renê Simões enxergou de forma diferente. Para o ex-treinador, o Vasco se expôs demais e não teve organização.

– A gente escuta que o time estava em cima e em uma jogada que absolutamente precisa de organização defensiva não tem? Qual o valor de estar em cima? Nenhum. Precisa estar protegido. Se vai para cima, abre as costas. Houve falta de organização nos gols tomados, contra Guarani e Botafogo. Daí é lamentar. Já contra o CSA aconteceu também. Depois que teve um jogador expulso, não tinha mais jeito – comentou René Simões, que elogiou o técnico Enderson Moreira.

– Enderson está de parabéns pela campanha desde o início, fez uma arrancada espetacular, time extremamente organizado. Não vi em momento nenhum o time desorganizado. Em um momento não teve a mesma pegada, mas estava muito bem organizado – completou.

Fonte: Redação FogãoNET e Os Donos da Bola (Band)

Notícias relacionadas