BOTAFOGO É GARFADO, DESPERDIÇA CHANCES E PERDE A SEGUNDA SEGUIDA NA SÉRIE B

257 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Luís Oyama - Sampaio Corrêa x Botafogo
John Tavares

Garfado (mais uma vez) pela arbitragem, que não viu um gol claro no segundo tempo, o Botafogo desperdiçou chances e conheceu a segunda derrota seguida na Série B ao ser superado pelo Sampaio Corrêa por 2 a 0 neste sábado, no Castelão. O Glorioso estacionou nos oito pontos, na nona colocação, podendo perder mais posições no complemento da rodada.

O Alvinegro começou o jogo em cima do Sampaio Corrêa e teve a grande chance de abrir o placar logo aos seis minutos: Ronald jogou na área, a bola desviou na defesa e sobrou limpa para Rafael Navarro, que chutou fraco, no meio do gol, facilitando a defesa de Mota. Pedro Castro também teve uma oportunidade, na cobrança de falta frontal, mas bateu no canto do goleiro.

Apesar de ter mais a posse de bola, o Botafogo não conseguiu imprimir um ritmo forte nem explorar a velocidade. Aí acabou sofrendo um castigo. Na primeira chegada do Sampaio Corrêa, Eloir cruzou e Ronald desviou a bola com o braço: pênalti. Daniel Costa cobrou, Douglas Borges ainda chegou a tocar na bola, mas não evitou que o placar fosse aberto pelo time da casa: 1 a 0.

O Botafogo poderia ter empatado no começo do segundo tempo, mas mais uma vez foi assaltado pela arbitragem. Após escanteio, Ronald pegou o rebote da cabeçada de Rafael Navarro e Mota defendeu com a bola dentro do gol. Com a visão limpa, o auxiliar Mauricio Coelho Silva Penna não viu que foi gol, nem o árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima. Inacreditável!

Precisando reagir, o Botafogo seguiu atacando e perdendo chances. Aos 13 minutos, Ronald fez belíssima jogada pela direita e Pedro Castro obrigou Mota a fazer mais uma difícil defesa. Depois, aos 24 minutos, Marco Antônio cobrou falta da direita e Pedro Castro subiu livre, de frente para o gol, cabeceando por cima da meta maranhense.

O técnico Marcelo Chamusca foi mexendo, tentando colocar o Botafogo mais para frente, mas a rede não balançou mais. Aos 34 minutos, Ricardinho descolou ótimo lançamento de longe, Diego Gonçalves limpou e chutou forte, por cima do gol. Com o Botafogo exposto, o Sampaio Corrêa ainda conseguiu ampliar para 2 a 0 com Gui Campana, nos acréscimos.

Próximos jogos

O Botafogo volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Vitória, às 21h30, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Na sequência, sábado que vem, o Glorioso visita o Avaí, na Ressacada, às 16h30.

FICHA TÉCNICA
SAMPAIO CORRÊA 2 X 0 BOTAFOGO

Estádio: Castelão, em São Luís
Data-Hora: 26/06/2021 – 16h30
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)
Renda e público: Portões fechados
Cartões amarelos: Allan Godoi e Mauro Silva (SAM)
Cartões vermelhos:
Gols: Daniel Costa 27’/1ºT (1-0) e Gui Campana 48’/2ºT (2-0)

SAMPAIO CORRÊA: Mota; Luís Gustavo, Paulo Sérgio, Allan Godoi (Nilson Junior 45’/1ºT) e Eloir; Mauro Silva, Ferreira e Daniel Costa (Gui Campana – Intervalo); Romarinho (Watson 24’/2ºT), Ciel (Zé Mário 17’/2ºT) e Roney (Jean Silva – Intervalo) – Técnico: Felipe Surian.

BOTAFOGO: Douglas Borges; Warley, Kanu, Gilvan e Guilherme Santos (Daniel Borges 29’/2ºT); Luís Oyama, Pedro Castro (Ricardinho 29’/2ºT) e Marco Antônio (Rafael Moura 29’/2ºT); Ronald (Felipe Ferreira 38’/2ºT), Rafael Navarro e Chay (Diego Gonçalves – Intervalo) – Técnico: Marcelo Chamusca.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas