Série B: CBF aumenta número de câmeras para o VAR após reclamações de Vasco e Cruzeiro

8 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Cabine do VAR em Remo x Botafogo | Série B do Campeonato Brasileiro 2021
Reprodução/Premiere

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Comissão de Arbitragem da entidade decidiram aumentar o número de câmeras de TV para o árbitro de vídeo (VAR) na Série B do Campeonato Brasileiro. Desta forma, a quantidade de equipamentos à disposição para analisar os lances das partidas na competição passará de cinco para sete.

A decisão foi tomada nesta sexta-feira, após reclamações de Cruzeiro e Vasco. O clube celeste se sentiu prejudicado pelo VAR no empate por 1 a 1 com o Operário-PR, nessa quinta (16), na Arena do Jacaré, em que o árbitro de vídeo chamou o juiz de campo para rever no monitor o que seria um pênalti a favor do time paranaense no primeiro tempo e para anular o que seria o gol da vitória da Raposa no último minuto da partida – a penalidade foi confirmada e o gol celeste anulado.

Já o Vasco levou o assunto para discussão no Conselho Técnico da Série B, realizado na tarde desta sexta-feira. Na última quarta-feira, o clube carioca havia enviado um ofício à CBF pedindo a exclusão do VAR na competição.

O pedido do Vasco foi feito após as reclamações na partida contra o Brasil-RS. A linha do impedimento não foi traçada no lance do gol vascaíno. Como não havia um ângulo melhor de câmera, a decisão de campo, que anulou o gol, foi mantida.

Fonte: Rádio Itatiaia

Notícias relacionadas