Com três nomes entregues pela Footure, comitê do Botafogo faz reuniões por novo técnico

73 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Com três nomes entregues pela Footure, comitê do Botafogo faz reuniões por novo técnico
Vitor Silva/Botafogo

Ainda sem um nome para treinar o time em definitivo, o Botafogo vai até Santa Catarina enfrentar o Brusque, às 19h, pela 12ª rodada da Série B. Para a partida, a diretoria optou por colocar Ricardo Resende, treinador do sub-20, como técnico interino. Mas enquanto o time estará buscando a primeira vitória fora de casa na Série B, o comitê de futebol do clube estará trabalhando no Rio para conseguir fechar com um novo treinador.

Reuniões estão marcadas. São três nomes sob a mesa alvinegra, entregues pela Footure, empresa de análise de mercado e scouting que auxilia o departamento de futebol.

Os dirigentes estão cautelosos. Ao contrário da última terça, quando a diretoria esperava anunciar um novo nome em dois dias, não há previsões. Mesmo assim, dentro dos bastidores, entende-se que o aspecto financeiro não é um problema, já que no caso Lisca, por exemplo, o Botafogo aceitou dar o que foi pedido, e mesmo assim não conseguiu fechar o negócio.

A única certeza no momento é que a equipe que será comandada por Resende precisa da vitória, pois, com apenas um triunfo nos últimos sete jogos, o Botafogo está se distanciando cada vez mais do pelotão de cima da tabela.

— Sou funcionário do clube, então meu objetivo é ajudar na melhor forma possível. Venho fazendo um trabalho no sub-20, mas já acompanho bem o profissional. Tem vários atletas da base que estão aqui no profissional. Vejo todos muito motivados, é um grupo qualificado, temos atletas com muito potencial. Penso que o objetivo principal do clube é o retorno pra série A, então todos vão estar mobilizados pra isso. A expectativa é que possamos já conseguir vencer contra o Brusque vencer, e seguir forte no objetivo principal — falou Resende.

Para a partida, o alvinegro terá dois desfalques em relação ao jogo com o Cruzeiro. Na zaga, Gilvan, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, será substituído pelo jovem Lucas Mezenga, de apenas 19 anos, recém-chegado do Nova Iguaçu.

Já na lateral esquerda, Guilherme Santos foi liberado para resolver pendências pessoais. Com isso, Rafael Carioca ganhou a vaga.

A provável escalação é: Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu, Lucas Mezenga, Rafael Carioca; Barreto, Pedro Castro, Chay; Marco Antonio, Diego Gonçalves e Rafael Navarro.

No entanto, o jogo não será fácil para o Botafogo. O adversário, Brusque, também vem pressionado, com três derrotas seguidas. Além disso, os catarinenses contam com Edu, artilheiro da Série B com oito gols, no comando do ataque.

O Brusque deve ir a campo com: Zé Carlos; João Carlos, Ianson, Everton Alemão e Airton; Rodolfo Potiguar, Zé Mateus, Garcez; Bruno Alves, Thiago Alagoano e Edu.

Ou seja, com os dois goleadores da segunda divisão em campo — Chay está atrás de Edu com seis gols —, a previsão é de um jogo com gols em Santa Catarina.

Fonte: O Globo Online

Notícias relacionadas