Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Análise: na pressão, ataque do Botafogo volta a funcionar em virada sobre Nova Iguaçu

24 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Análise Botafogo x Nova Iguaçu

Em Saquarema, o Botafogo precisou jogar até os últimos minutos para conseguir virar o jogo e garantir a vitória por 2 a 1 sobre o Nova Iguaçu. Ênio e o estreante Marco Antônio fizeram os gols alvinegros. Resultado positivo colocou fim em sequência de três jogos sem vitória e lançou o Glorioso ao sexto lugar no campeonato.

O Botafogo começou o jogo com o segundo pior ataque do Cariocão, com apenas sete gols marcados, e o quarto pior índice de aproveitamento em finalizações. Dos 60 chutes que os jogadores alvinegros tentaram na competição, apenas 15 foram na direção do gol. Somente Bangu, Boavista e Macaé têm aproveitamento inferior ao Glorioso. Enquanto Matheus Babi aparece com o melhor rendimento nas finalizações, com seis certas e duas erradas, Warley mostra fragilidade no fundamento, com apenas um chute na direção do gol e seis para fora.

Para aumentar a eficiência do ataque, Marcelo Chamusca mexeu no time titular que decepcionou nos clássicos contra o Vasco e o Flamengo. Kayque e Felipe Ferreira, que entraram bem no último jogo, ganharam as vagas de Zé Welison e Rickson. A entrada de Felipe Ferreira como articulador entre meio-campo e ataque permitiu ao criticado Marcinho atuar em sua posição preferida, pelas laterais do campo. No lugar do suspenso Kanu, Gilvan fez sua estreia como titular. Joel Carli e Marco Antônio apareceram pela primeira vez como opção no banco de reservas.

Análise Botafogo x Nova Iguaçu

Kayque deu outra dinâmica ao meio-campo do Botafogo. Sua presença em campo adicionou mais um jogador na criação de jogadas a partir de troca de passes e triangulações. E foi com triangulações e jogadas de linha de fundo pelas laterais que o Glorioso criou as melhores chances de abrir o placar. Pelo lado esquerdo, Paulo Victor, Marcinho e Felipe Ferreira foram muito acionados e levaram a melhor sobre os marcadores. Em toda a primeira etapa o Glorioso tentou 17 cruzamentos e acertou seis. Na direita, onde Jonathan por característica manteve uma postura defensiva, Warley não teve companhia e foi mais acionado nos lançamentos em profundidade.

A liberdade que Paulo Victor teve para apoiar o ataque foi explorada também pelo ataque do Nova Iguaçu. Mesmo com menos posse de bola, foi nas costas do lateral que o adversário construiu suas principais jogadas no primeiro tempo e terminou com sete finalizações contra seis do Botafogo. Matheus Frizzo mais uma vez apresentou fragilidades em fundamentos defensivos e a cobertura não foi bem feita em alguns momentos. Kayque alternou com o camisa 45 em alguns momentos na tentativa de melhorar o preenchimento dos espaços na marcação pelo lado esquerdo.

A partir da parada técnica, o Botafogo melhorou a qualidade dos passes trocados e controlou as ações no jogo, mas sofreu para criar chances reais de gol contra a defesa fechada do adversário. Faltou capricho no último passe e nas tomadas de decisão em ataques promissores que terminaram em erros técnicos. Assim, os contra-ataques do Nova Iguaçu foram mais contundentes que as tentativas de ataque do Alvinegro.

Análise Botafogo x Nova Iguaçu

O segundo tempo começou repetindo o cenário da etapa inicial. O Botafogo seguiu insistindo nos cruzamentos e nas bolas paradas, já sem a mesma dinâmica de movimentação e triangulações, buscando jogar a bola na área com mais urgência. Benevenuto e Gilvan levaram perigo em cabeçadas, mas foi o Nova Iguaçu que abriu o placar, aos seis minutos, depois de jogada que envolveu todo o setor direito de marcação do Glorioso.

Após o gol, Chamusca promoveu as entradas de Ronald e Marco Antônio nos lugares de Warley e Felipe Ferreira. Ênio entrou na vaga de Marcinho logo depois. Mudou peças sem, no entanto, alterar o desenho tático do time. Marco Antônio é outro jogador acostumado a jogar pelas laterais a jogar centralizado no sistema do treinador alvinegro, o que evidencia a lacuna de armadores no elenco. Matheus Frizzo, que pode atuar nessa função, mais uma vez teve atuação apagada como volante.

Aos 38 minutos do segundo tempo, Cesinha entrou no lugar de Kayque e Rafael Navarro na vaga de Paulo Victor. As substituições alteraram a estrutura da equipe que passou a atuar com Ronald e Ênio como alas ofensivos e o lateral Jonathan como um terceiro zagueiro. O lateral direito apareceu como grande destaque individual da equipe na noite de domingo, sendo líder do time em desarmes, com quatro intervenções, e o segundo jogador que mais acertou passes, com 48 acertos e apenas cinco erros.

No desespero, na pressão e, como não poderia ser diferente pelo o que o time produziu, na bola aérea, o Botafogo chegou ao empate com Ênio após confusão na área. E quando o empate já era um resultado comemorado pelas circunstâncias do jogo, a ousadia tardia de Chamusca foi premiada com três pontos. Benevenuto lançou Navarro em profundidade e o atacante cruzou conscientemente para a entrada da área, onde Marco Antônio estava livre para chutar no canto, virar o jogo e selar o resultado final.

Análise Botafogo x Nova Iguaçu

Ainda que o resultado tenha sido melhor que a atuação, foi importante para dar confiança e tranquilidade para a sequência do trabalho. Na próxima quarta-feira (31), às 17h, o Botafogo mandará a partida contra o Madureira no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita.

Números do jogo:

Posse de bola – BOT 57% x 43% NOV
Passes certos – BOT 321 (90% acerto) x 217 (86%) NOV
Bolas longas – BOT 12/26 (46%) X 13/35 (37%) NOV
Cruzamentos – BOT 12/35 (34%) x 2/13 (15%) NOV
Finalizações – BOT 12 (4 no gol) x 12 (3) NOV
Desarmes – BOT 11 X 9 NOV
Faltas cometidas – BOT 18 X 27 NOV

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários