Há exatos 12 anos, no dia 20 de abril de 2008, um herói improvável escreveu uma bela história de redenção no Maracanã. Renato Silva, o zagueiro, fez o gol do título do Botafogo sobre o Fluminense na Taça Rio, história que é contada hoje no “Esse dia foi fogo!“.

Dispensado do Fluminense

Renato Silva jogou nos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro. Porém, a passagem pelo Fluminense foi rápida e marcada por um episódio de doping, por maconha, em 2007. No mesmo ano, em abril, o Botafogo abriu as portas para o zagueiro.

Semifinal da Taça Rio

O Botafogo chegou embalado por ter vencido o Flamengo por 3 a 0 (gols de Wellington Paulista, Alessandro e Lucio Flavio) na semifinal, o Fluminense passou pelo Vasco nos pênaltis, mas tinha um grande time, que viria a ser vice-campeão da Libertadores.

Teve até dancinha de Cuca depois do segundo gol.

A decisão

Prejudicado pela arbitragem na final da Taça Guanabara contra o Flamengo, apitada por Marcelo de Lima Henrique, o Botafogo precisava vencer o Fluminense na decisão do segundo turno. A vitória foi construída de forma dramática.

O Fluminense teve chance para abrir o placar no primeiro tempo, em pênalti cometido por Renato Silva, mas Washington acertou a trave. No segundo tempo, o Botafogo ficou com um jogador a menos com a expulsão de Alessandro. Mas chegou ao gol do título com Renato Silva, aproveitando chute cruzado de Fábio, aos 39 minutos.

O mesmo Renato Silva dispensado pelo Fluminense por doping e que poderia sair como vilão pelo pênalti cometido em Washington.

– Foi o gol mais marcante da minha carreira, depois que saí do Fluminense no episódio do doping. Foi um momento em que dei a volta por cima – disse Renato Silva anos depois ao site “Globoesporte.com”.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 X 1 BOTAFOGO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 20/04/2008 – 16h
Renda/Público: R$ 1.388.730,05 / 64.785 pagantes (68.840 presentes)
Árbitro: William de Souza Nery (RJ)
Assistentes: Paulo Sergio Durães Fernandes (RJ) e Marcos Tadeu Peniche Nunes (RJ)
Cartões Amarelos: Alessandro, Andre Luis, Lucio Flavio e Wellington Paulista (BOT); Cícero, Conca, Gabriel, Luiz Alberto e Thiago Neves (FLU)
Cartões Vermelhos: Alessandro, 30’/2ºT (BOT); Jorge Henrique, 48’/2ºT (BOT)

GOL: Renato Silva, 39’/2ºT (0-1)

BOTAFOGO: Castillo, Renato Silva, Andre Luis e Triguinho (Túlio Souza, 23’/2ºT); Alessandro, Diguinho, Túlio (Leandro Guerreiro, intervalo), Lucio Flavio e Zé Carlos (Fábio, 20’/2ºT); Jorge Henrique e Wellington Paulista. Técnico: Cuca.

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Gabriel, Thiago Silva, Luiz Alberto e Junior Cesar; Ygor (Tartá, 42’/2ºT), Arouca, Conca e Thiago Neves; Cícero e Washington. Técnico: Renato Gaúcho.

Lembra desse jogo? Qual sua recordação?

Fonte: Redação FogãoNET