Marcinho, Felipe Ferreira e Ricardinho ainda não atuaram pelo Botafogo após saída de Chamusca

77 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Marcinho, Felipe Ferreira e Ricardinho - Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Três jogadores do Botafogo que começaram a temporada sendo muito utilizados pelo técnico Marcelo Chamusca ainda não entraram em campo desde que o antigo treinador saiu: o volante Ricardinho e os meia-atacantes Felipe Ferreira e Marcinho.

A situação deste último é a que mais chama atenção. Mesmo com Marcelo Chamusca no comando, ele só atuou por 23 minutos na Série B, entrando em dois jogos. Nas últimas quatro partidas, com Ricardo Resende e Enderson Moreira, ele sequer foi relacionado.

Marcinho foi titular em sete jogos com Chamusca no comando, seis no Carioca e um na Copa do Brasil, mas não conseguiu se firmar. Ele trabalhou com o antigo treinador alvinegro no Cuiabá e foi um dos poucos reforços a assinar contrato longo com o Botafogo, até dezembro de 2022.

Quem também tem contrato até o fim do ano que vem é Felipe Ferreira. O jogador foi titular em nove jogos com Chamusca, mas apenas dois deles na Série B, nos dois últimos com o antigo treinador no comando. O meia-atacante ficou no banco nos jogos em que o time foi dirigido por Ricardo e Enderson.

Por fim, o experiente Ricardinho também já vinha recebendo poucas oportunidades mesmo com Chamusca. Na Série B, só foi titular na estreia, contra o Vila Nova, e tem apenas 91 minutos em campo. Líder nas correntes, Ricardinho foi relacionado em todos os jogos na competição, mas não atua desde a sétima rodada.

Rafael Carioca de saída

Assim como Marcinho, Felipe Ferreira e Ricardinho, Rafael Carioca também chegou ao Botafogo após ter trabalhado com Marcelo Chamusca em outro clube – no caso, o Ceará. O lateral-esquerdo não está nos planos do Glorioso e tem contrato até dezembro. A diretoria não vai se opor se aparecer alguma proposta pelo jogador.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas