Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Pitacos: faltou coragem a Chamusca por time ofensivo no Botafogo e para barrar Babi

9 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Marcelo Chamusca em Botafogo x Portuguesa | Campeonato Carioca 2021
Vítor Silva/Botafogo

* “O medo de perder tira a vontade de ganhar”. A frase conhecida se aplica ao tropeço do Botafogo no empate em 1 a 1 com a Portuguesa, pelo Campeonato Carioca. Faltou coragem a Marcelo Chamusca de soltar o time, quando vencia por 1 a 0 e tinha um jogador a mais, para matar o jogo e vencer. Por que não aproveitar os espaços deixados e explorar a velocidade de Ronald, Ênio ou Warley? Em vez disso, o treinador tirou o centroavante Matheus Babi e colocou o volante Kayque

* A alteração era para dar mais consistência ao meio e ter mais controle. É verdade que o Botafogo teve uma ou duas chances – como Kayque sozinho chutando no travessão -, mas correu risco desnecessário. Faltou se impor como time grande, ir para cima e resolver o jogo, em vez de querer administrar o placar

* Chamusca ainda desmontou o time com as alterações. É válido o argumento do risco de expulsão de PV e Babi – com um árbitro doido para compensar o cartão vermelho dado a jogador da Portuguesa -, mas Sousa entrou mal na lateral e Kayque cambaleou no meio. Ricardinho teve que avançar e não foi bem, Rafael Navarro que se destacava como segundo atacante caiu de produção como único centroavante, tudo piorou. Até sair o justo gol de empate da Portuguesa

* Faltou coragem a Chamusca também para barrar Matheus Babi. Se o jogador está “muito desmotivado”, como diz Durcesio Mello, e em negociação avançada com Fluminense e Athletico-PR, por que seguir jogando? Tirar do jogo é melhor para evitar risco de lesão, diminuir a irritação da torcida e já testar os substitutos. Em campo, Babi errou passes fáceis e matou ataques promissores

* Rafael Navarro teve boa atuação quase o jogo todo. Mas faltou tocar a bola para Matheus Nascimento, livre, em lance que definiria o jogo. Preferiu o passe para Marco Antônio, em jogada que terminou na trave. Inexplicável

* Ênio foi um dos destaques da vitória de virada por 2 a 1 sobre o Nova Iguaçu. Uma semana depois, sequer entra no jogo com a Portuguesa. É jovem, em crescimento e prata da casa, merece mais oportunidades. Poderia ter feito a diferença contra a Portuguesa, em vez de Marcinho, que atuou quase a partida toda, sem brilho

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários