Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

22/05/21 às 15:05 - São Januário

Escudo Vasco
VAS

X

Escudo Botafogo
BOT

Taça Rio

16/05/21 às 11:05 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Vasco
VAS

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

0

X

1

Escudo Botafogo
BOT

Situação do Botafogo é tão dura que torcida nem se revolta mais por Rafael Moura

208 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Rafael Moura explica por que recusou Botafogo e diz que se sentiu um mercenário no Internacional
Reprodução/SporTV

Rafael Moura teve pelo menos três chances de ir para o Botafogo na carreira. A torcida reclama que em todas ele preferiu outros clubes, como Atlético-MG, América-MG e Figueirense. Em 2019, o atacante estava praticamente fechado com o Glorioso, mas a revolta dos botafoguenses e a pressão impediram a contratação. O que mudou agora?

Mudou que Rafael Moura já está com 37 anos (fará 38 em maio) e chegou a seis rebaixamentos na carreira, sendo recordista no futebol brasileiro. Se a contratação já era duvidosa antes, imagine hoje.

Mudou que a torcida do Botafogo está mais descrente, alguns torcedores até mais indiferentes, pela triste situação do clube. Sequer há forças para reclamar de mais uma contratação contestável. Afinal, já foram 26 na última temporada e 12 na atual.

Mudou que o elenco do Botafogo piora a cada ano, tem menos qualidade, menos peso e menos força. Qualquer nome especulado passa a ser uma esperança.

Mudou que o Botafogo precisa de centroavante e de experiência, pois é difícil imaginar jogar a Série B toda com Rafael Navarro e Matheus Nascimento.

Apesar de tudo isso, Rafael Moura não parece ser a melhor opção para o Botafogo. Fernandão seria mais útil, mas há risco de ser punido por doping. A diretoria tem o dever de encontrar uma alternativa mais eficiente.

E o principal é lembrar que, embora falte centroavante de peso, essa não é a maior carência do Botafogo. A bola mal chega ao ataque, como o camisa 9 vai fazer gols? O time precisa de jogadores de armação e construção, além de atacantes velozes de qualidade, para ser mais perigoso no setor ofensivo. E aí sim consagrar o centroavante.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas
Comentários