Traria alguém para o Botafogo? Série B tem destaques individuais; confira lista

191 comentários

Blog da Redação

Blog da Redação

Compartilhe

Totem da CBF em Botafogo x CRB | Série B do Campeonato Brasileiro 2021
Reprodução/Premiere

A maior Série B de todos os tempos tem o Botafogo como líder, briga pelo acesso e luta contra o G-4 até o fim. Tem gigantes confirmados mais um ano na competição (Cruzeiro e Vasco), tem times tradicionais estagnados e outros quase caindo. E tem também diversos destaques.

Uma das vantagens para o Botafogo é poder analisar bem a Série B para buscar reforços para a próxima temporada. É claro que jogadores que se destaquem nesse nível não necessariamente vão brilhar na Série A. Vide o exemplo de Erick, que era do Náutico e não repete as boas atuações no Ceará. Mas vale ficar de olho.

O FogãoNET lista alguns destaques dos outros times da Série B, fora o Botafogo:

Avaí: O goleiro Gledson tem sido a segurança da equipe e feito milagres, assim como o zagueiro Alemão vem tendo boas atuações. Jean Cleber é um volante que alia força, intensidade e qualidade com a bola. No ataque, Copete tem sido o cara, jogando mais aberto pela ponta-direita.

Brasil de Pelotas: Difícil achar destaques na campanha do time já rebaixado matematicamente, mas o jovem meia-atacante Rildo (que joga aberto pela esquerda) e o centroavante canhoto Erison são bons valores nessa reta final.

Brusque: Não tem como falar da equipe sem falar do centroavante Edu, artilheiro da Série B, com bom posicionamento e ótimo poder de finalização. O ponta-esquerda Garcez tem feito bons jogos recentes. Já o meia Thiago Alagoano começou bem a competição, mas caiu de produção nas últimas partidas.

Confiança: Time vibrante nos últimos jogos, apagou a má impressão do início do campeonato e luta contra o tempo para tentar fugir do rebaixamento. Tem um meia canhoto e técnico, de qualidade, chamado Álvaro. Na zaga, Nirley é a principal referência. O lateral-esquerdo João Paulo vem jogando bem e se destacando na bola parada.

Coritiba: No vice-líder da Série B, há vários destaques em um time encorpado e bem entrosado, que perdeu fôlego nos últimos jogos. O volante Val dá força ao meio-campo e bate bem de fora da área, o ponta Waguininho cria e faz gols e Léo Gamalho é o artilheiro.

CRB: Após oscilar, o time se recuperou na reta final e entra forte na briga pelo acesso. Destaque principalmente para os dois pontas, Jajá e Emerson, um mais técnico, outro de mais força. Diego Torres é o cérebro da equipe. O lateral Reginaldo faz competição bem regular, com boas atuações constantes.

Cruzeiro: Grande que decepcionou, embora tenha melhorado com Vanderlei Luxemburgo, o Cruzeiro melhorou com jovens no ataque, com o Vitor Leque, Bruno José e Thiago. Wellington Nem recuperou parte do seu futebol na equipe.

CSA: O principal jogador na arrancada é o atacante Yuri Castilho, que costuma jogar aberto pela esquerda. Dellatorre tem mostrado oportunismo e faro de gol. Na zaga, Matheus Felipe se firmou com bons jogos. O meia-atacante Gabriel tem ido bem tecnicamente.

Goiás: Time que prometeu muito, mas não entregou todo seu potencial e ainda luta pelo acesso. Tem em Tadeu um grande goleiro e em David Duarte um ótimo zagueiro. Hugo faz bons jogos na lateral-esquerda e merece ser observado. No ataque, embora irregular, Alef Manga é sempre perigoso, com velocidade e força

Guarani: Régis é o jogador de mais qualidade técnica e decide no último terço. Mas há outros bons valores, como os atacantes Júnior Todinho e Bruno Sávio, além do constante lateral-esquerdo Bidu.

Londrina: Faz uma Série B bem irregular e com problemas. O goleiro César tem ido bem e o lateral-esquerdo Luiz Henrique é boa opção, até jogando mais adiantado. Reserva muitas vezes, Celsinho mostra qualidade em parte do jogo, mas não tem tanta intensidade.

Náutico: Foi líder durante bom tempo, patinou e ficou no meio da tabela. Mas tem ótimos jogadores, como os meias Vinicius e Jean Carlos, além do volante Rhaldney. Na zaga, Camutanga é o destaque.

Operário: Tem em Leandro Vilela um volante com poder de combate e bom trato com a bola. O experiente Marcelo conduz as ações no meio, com dinâmica e técnica. Paulo Sérgio segue fazendo seus gols no ataque.

Ponte Preta: Um dos jogadores que mais mostra talento e potencial é o meia-atacante Moisés, principalmente jogando aberto pela esquerda. Tem em Ivan um bom goleiro e em Fábio Sanches solidez e liderança na defesa.

Remo: Victor Andrade, ponta ex-Santos, recuperou seu bom futebol. Thiago Ennes faz Série B interessante na lateral direita, enquanto Lucas Siqueira se desdobra e faz de tudo no meio-campo.

Sampaio Corrêa: O maior expoente de talento é Pimentinha, arisco na ponta-direita. O goleiro Luiz Daniel e o zagueiro Allan Godói têm feito boas partidas.

Vasco: Outro que decepcionou na Série B, o time revelou na competição o bom lateral-esquerdo Riquelme. No ataque, os experientes Nenê e Germán Cano são as principais armas.

Vila Nova: O goleiro Georgemy oscilou, mas no geral fez boa Série B. Assim como o zagueiro Rafael Donato, muito forte no jogo aéreo. O jovem Alesson tem feito boas partidas atuando aberto pelos lados, com criatividade e gols.

Vitória: O time não vai bem na competição, mas tem a melhor defesa, o que passa em parte por boas atuações do goleiro Lucas Arcanjo. Fernando Neto dita o ritmo no meio e se empenha bastante. No ataque, o destaque tem sido Marcinho, emprestado pelo Botafogo.

Banner black november loja FogãoNET/Estilo Piti

E aí, contrataria algum desses (ou outro) para o Botafogo? Quem você acha que tem vaga no elenco?

Na nossa opinião, o goleiro Tadeu, os meias Álvaro, Jean Carlos e Vinicius e os atacantes Moisés e Yuri Castilho seriam boas opções. Mas, vale lembrar, nem todas as negociações são simples, ainda mais para o clube alvinegro, que não tem tantos recursos financeiros.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas