O Botafogo ganhou a quarta consecutiva no Campeonato Brasileiro, chegou aos 47 pontos e agora não corre mais risco de rebaixamento. A vaga na Sul-Americana tem tudo para ser conquistada e ainda há chance de Libertadores. Porém, ao mesmo tempo que é motivo de alegria os triunfos e a maneira como a equipe vem se comportando em campo, permanece a lamentação pelos pontos que ficaram pelo caminho.

Três pontos são os que mais lamento. Dois deixados no empate sem gols com o Santos, quando um gol mal anulado de Renatinho mudaria o resultado a minutos do fim do confronto, e o pontinho perdido na derrota para o Bahia. Neste segundo jogo o desempenho alvinegro foi sofrível, mas o gol saiu de um lance irregular. Lamento mais esses pontos por que foram determinados por fatores externos.

Sei que o Botafogo foi prejudicado em outras ocasiões, como no pênalti não marcado em Kieza contra o Vasco, por exemplo. Mas aí dependeria de o pênalti ser convertido e por aí vai. Contra Santos e Bahia eram lances diretos e que definiram a pontuação que cada time levaria para casa. Estamos falando de gol, bola na rede.

Outros pontos ficaram pelo caminho por erros alvinegros

Mas não apenas os pontos perdidos pelo apito revoltam. Por exemplo, aquele gol sofrido no último lance contra o Paraná custou dois pontos irrecuperáveis. Isso sem falar no pênalti perdido por Lindoso contra o Fluminense. Era mais um pontinho na conta. Sem querer crucificar o volante.

Neste rápido somatório, posso estar sendo traído pela memória esquecendo de outros, ficaram seis pontos pelo caminho. Hoje eles levariam o Alvinegro para a mesma pontuação do Atlético-MG no G-4. E olha que nem estou falando do tempo perdido com o Marcos Paquetá…

Mas não é hora de lamentar. A torcida deve seguir apoiando e o time deve brigar pelos nove pontos na reta final. Afinal de contas, pelo bem ou pelo mal, tem coisas que só acontecem ao Botafogo. Quem sabe…

LEIA TAMBÉM:
CEP ou Mufarrej? deixo a escolha para depois
Vamos falar de arbitragem?
O preço da indefinição: Botafogo já compromete 2019
Botafogo pode precisar repetir 2012
Botafogo x Roger: Atacante perdeu chance de ficar calado
Botafogo não pode ceder Caio Alexandre de graça
Botafogo precisa se impor contra a Chapecoense
Leonardo Valencia ainda tem muito a dar ao Botafogo
Renan Gorne, Lucas Campos, Leandro Carvalho… Botafogo deve ter um timaço
Moreira Salles no Botafogo: clube já viveu épocas douradas