Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 00:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

A vida dá voltas: cedido de graça pelo Botafogo, Gustavo Bochecha sobe para Série A-2021 com o Juventude

112 comentários

Boletim do C.E.

Boletim do C.E.

Compartilhe

Gustavo Bochecha, ex-Botafogo, conquista acesso à Serie A de 2021 com o Juventude
Instagram (@bochecha11)

Virtualmente rebaixado para Série B do Campeonato Brasileiro, o Botafogo verá seu ex-volante Gustavo Bochecha na elite nacional em 2021. O meio-campista, cedido de graça ao Juventude no ano passado, conquistou na noite desta sexta-feira (29/1) o acesso para primeira divisão. Quarta colocada na competição, a equipe gaúcha ficou com a última vaga ao vencer o Guarani fora de casa por 1 a 0.

Em junho, com a intenção de enxugar a folha salarial, cerca de R$ 1 milhão, o comitê executivo de futebol decidiu liberar Gustavo Bochecha ao Juventude sem nenhuma compensação financeira. Na Série B, ele disputou 34 partidas, marcou cinco gols e deu quatro assistências.

Torcida reprovou venda de Bochecha; 42,5% segue com o Botafogo

A negociação definitiva, na época, não teve aprovação da torcida. Em enquete publicada no FogãoNET, 60% dos botafoguenses preferiam que o Botafogo emprestasse o jogador em vez de vendê-lo.

Em entrevista ao Esporte Interativo, hoje TNT Sports, Carlos Augusto Montenegro justificou a venda de Gustavo Bochecha para o clube da serra gaúcha. Segundo o dirigente, o atleta de 24 anos era “só custo” e 50% dos direitos econômicos continuariam com o Botafogo. No entanto, dias depois a imprensa divulgou que, na verdade, o Alvinegro ficaria com 42,5% (entenda).

– Bochecha é um jogador jovem, começou na base do Botafogo, mas já está com 24 anos. Teve oito anos no Botafogo. Quando os torcedores questionam, tem que entender que não é só o que se cobra do outro clube, mas também o que se deixa de pagar. O custo anual do Bochecha é de R$ 1 milhão por ano (entre salários e encargos). Nos últimos anos não estava jogando, teve quatro ou cinco técnicos, não pegou as chances. Tem qualidade com a bola nos pés, mas precisa se dedicar mais. O fato é que imaginamos ele como patrimônio, mas nos últimos anos foi só custo. O Juventude teve interesse nele, negociamos e continuamos com 50% dos direitos econômicos. Se voltar a jogar bem e for vendido, ótimo, vamos ter 50%. Se não jogar bem, vamos economizar R$ 1 milhão – argumentou.

Além de Gustavo Bochecha, outros ex-atletas do Botafogo subiram com o Juventude: o zagueiro Emerson Silva (2016-2017), o lateral-direito Luis Ricardo (2015-2018), o meia Renato Cajá (2010-2011) e o atacante Rogério (2014).

Gustavo Bochecha e Emerson Santos, ex-Botafogo, sobem para Série A do Campeonato Brasileiro 2021 com o Juventude
Gustavo Bochecha e Emerson Silva, ex-Botafogo, sobem para Série A do Brasileirão com o Juventude (Foto: Reprodução/Instagram @bochecha11)

Fonte: Redação FogãoNET

Comentários