Carlos Eduardo Sangenetto
12/11/2017
Rio de Janeiro (RJ)

Delneri Martins Viana, ilustre torcedor do Botafogo que nos deixou durante a última semana aos 72 anos de idade, recebeu várias homenagens na tarde deste sábado, durante o jogo contra o Atlético-PR, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Além do reconhecimento oficial do clube nas redes sociais, o torcedor símbolo teve um minuto de silêncio respeitado antes da bola rolar e ganhou um vídeo especial no telão do Estádio Nilton Santos.

Delneri é homenageado pela torcida do Botafogo no Estádio Nilton SantosDelneri foi homenageado no Nilton Santos (Foto: C.E Sangenetto/FOGÃONET)

Os tributos não ficaram apenas por conta do Botafogo. Os alvinegros que foram à partida levantaram adereços de mão com as letras do nome de Delneri nas arquibancadas e o aplaudiram por anos de dedicação ao Fogão.

‘Dizem que o amor deixa a vida colorida. Eu discordo, meu amor é preto e branco’

No Setor Norte do Niltão, mais uma homenagem. Sr. Delneri, que tinha 96 tatuagens do time do seu coração, ganhou uma pintura assinada por Renan Souza próximo ao estacionamento do estádio. Seu rosto e uma famosa frase dita por ele em uma entrevista decoram a casa alvinegra: “Dizem que o amor deixa a vida colorida. Eu discordo, meu amor é preto e branco” (veja as fotos abaixo).

Muito legal. Rápida a reverência, né?

Saudações alvinegras!

Delneri é homenageado pela torcida do Botafogo no muro do Estádio Nilton Santos Delneri é homenageado pela torcida do Botafogo no muro do Estádio Nilton SantosDelneri foi pintado nos muros do Setor Norte do Nilton Santos (Fotos: C.E Sangenetto/FOGÃONET)