Vice-presidente de futebol do Botafogo, Marco Agostini abriu a entrevista coletiva de apresentação de Gabriel Cortez, na tarde desta sexta-feira, dizendo que o meia equatoriano dá um toque de qualidade que não existia no elenco alvinegro. Além disso, o dirigente adiantou que pode voltar a se reunir com a imprensa para futuras novidades.

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

– Quero dizer que eu, dentro do comitê executivo de futebol, estudei muito a contratação do Gabriel porque entendemos que era um jogador com bastante qualidade e não tínhamos alguém com esse perfil no elenco. Ele chegou depois da pré-temporada, está no processo de adaptação física, mas a gente espera que esteja o mais rapidamente possível em condições de jogo. E achamos que ele vai colaborar muito com a equipe. Poderão ter mais novidades. Podemos nos encontrar novamente por aqui. Enfim, estamos tentando mostrar esse elenco dessa maneira, com jogadores esse perfil jovem, que queiram jogar no Botafogo. A direção com Autuori e Espinosa têm o DNA do Botafogo. É mais ou menos esse conceito que estamos adotando – comentou (assista ao vídeo no fim da matéria).

Apesar do mistério, o Boletim do C.E apurou que a novidade que Agostini prepara, pelo menos neste primeiro momento, é a apresentação do atacante Gabriel Novaes, emprestado pelo São Paulo. O atleta, que já está no Rio de Janeiro, deve começar a treinar pelo Fogão na próxima semana.

Gabriel Cortez estreia pelo Botafogo quando?

Para Gabriel Cortez estrear já no próximo compromisso do Botafogo, contra o Náutico, pela segunda fase da Copa do Brasil, o nome do meia precisa aparecer no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF até a noite de terça-feira (18/2). O Fogão visita o clube pernambucano na quarta, às 21h30, nos Aflitos. Empate nos 90 minutos faz a vaga ser disputada nas cobranças de pênalti.

Fonte: Redação FogãoNET