Eagle Football, de John Textor, acionista do Botafogo, terá jogadores titulares na Copa do Mundo do Catar

13 comentários

Carlos Eduardo Sangenetto

Carlos Eduardo Sangenetto

Compartilhe

Joachim Andersen e Jordan Ayew, respresentantes do Crystal Palace, na Copa do Mundo do Catar
Divulgação/Crystal Palace

A Eagle Football, holding do empresário norte-americano John Textor, vai ganhando corpo ao redor do planeta com a aquisição de clubes tradicionais de futebol. E em sua primeira Copa do Mundo com tentáculos de respeito, o grupo multiclubes que o Botafogo está inserido terá dois representantes na competição que será realizada a partir do próximo domingo, 20 de novembro, no Catar.

E os dois jogadores que estarão no Mundial são do Crystal Palace, da Inglaterra: o zagueiro Joachim Andersen, da Dinamarca, e o atacante Jordan Ayew, de Gana. Botafogo e RWD Molenbeek não tiveram atletas convocados para o torneio de 2022.

Joaquim Andersen tem 26 anos e é titular tanto da zaga do Crystal Palace quanto da seleção dinamarquesa. Na Liga das Nações da Uefa, disputada do início de junho até fim de setembro deste ano, foi presença garantida na escalação de todos os jogos. No Catar, estará com a Dinamarca no Grupo D, com França, Austrália e Tunísia.

Filho do premiadíssimo ex-atacante Abedi Pelé, Jordan Ayew, de 31 anos, também tem sido titular na maioria das partidas com a camisa 9 do Palace. No entanto, apesar de ter atuado em 16 jogos, ainda não fez gol. No onze inicial de Gana é figurinha certa no ataque, ao lado do irmão André Ayew, que defende o Al-Sadd. Eliminada na lanterna do grupo na última edição da Copa Africana de Nações, Gana espera um destino melhor no Mundial, mas terá uma chave difícil (H), com Portugal, Uruguai e Coreia do Sul.

Banner black november loja FogãoNET/Estilo Piti

Lyon tem dois convocados

Muito perto de ser oficializado como membro da família Eagle Football, o Lyon teve dois jogadores convocados para Copa do Mundo: o lateral-esquerdo Nicolás Tagliafico, da Argentina, e o atacante Karl Toko Ekambi, de Camarões, ambos de 30 anos de idade e com experiência como titulares tanto no clube francês quanto em suas seleções nacionais.

Tagliafico e Toko Ekambi se preparam para a Copa do Mundo no Catar (Foto: @tagliafico3/@karltokoekambi/Intagram)

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas