Carlos Eduardo Sangenetto
01/11/2017
Rio de Janeiro (RJ)

O candidato da situação à presidência do Botafogo seguirá trabalhando com os pés no chão caso seja eleito no dia 25 de novembro, em General Severiano. Apesar do foco se seu possível mandato ser a busca por títulos no futebol, Nelson Mufarrej foi cauteloso em sua entrevista à Rádio Botafogo na noite desta segunda-feira.

Mufarrej foi entrevistado pela Rádio BotafogoNelson Mufarrej é candidato à presidência em novembro (Foto: Reprodução/Rádio Botafogo)

Sem promessas por reforços, o atual vice-presidente do clube preferiu falar em manutenção da espinha dorsal do time, com a permanência do técnico Jair Ventura e o volante Bruno Silva entre os planos. As situações de Victor Luis e Airton serão definidas apenas o fim do Brasileirão, em dezembro.

Sua autoavaliação do triênio ao lado de Carlos Eduardo Pereira é positiva. Erros em contratações foram reconhecidos, porém com a sensação de que os acertos na gestão foram maiores. O Boletim do C.E separou alguns trechos da entrevista. Leia abaixo e não esqueça de deixar seu comentário para debatermos o futuro do nosso Fogão.


Situação financeira do clube
– Nós já pagamos antecipações feitas pelas administrações passadas. Hoje não há antecipação de receitas mais, não contraímos empréstimos, não temos nada para o amanhã, só para o presente. Essa gestão passa limpa esses anos todos sem esses fatos que incomodam muito qualquer administrador.

Reforços para o futebol
– Não gosto de promessas, sempre trabalhei com pés no chão. Espero que Jair fique por muitos anos, estamos pensando em fazer uma renovação de contrato dele. A espinha dorsal será mantida, com toda a comissão técnica. Quanto a contratações, não podemos mais viver de sonhos. O Botafogo tem que seguir a reconstrução como o trabalho que tem sido feito e, aí sim, pontualmente, às vezes você pode trazer um jogador porque você observou ali, outro acolá… Estamos renovando os contratos de todos os jogadores que vão ficar com a gente em 2018, isso já é uma preparação. Quando nós assumimos (2014/2015), nós só tínhamos cinco jogadores. Não tínhamos nada.

Contratações pontuais com inteligência
– Eu acho que a gente acerta mais do que erra. Errar é humano. Erramos em algumas contratações, não vou dizer que não, mas acertamos em muitas. Estamos buscando o segundo ano consecutivo a vaga na Libertadores. A gente tem sempre que procurar se aperfeiçoar para continuar acertando muito mais.

Bruno Silva no treino do BotafogoMufarrej não acredita na saída de Bruno Silva (Foto: Vitor Silva/SSPress/BFR)

O Botafogo trabalha com uma possível saída de Bruno Silva?
– Não. Inclusive o empresário do Bruno Silva desmentiu. Ele em junho do ano que vem, se ele não quiser renovar contrato com o Botafogo, pode assinar um pré-contrato. Não acredito nisso porque pelo o que eu conheço do Bruno, tem um caráter maravilhoso, um jogador sensacional e adora o nosso Botafogo. Tenho certeza que ele vai ficar muitos anos aqui com a gente.

Renovação de contrato de Airton
– Abrimos uma negociação antes dele se machucar, mas depois ele foi operado, está voltando aos poucos ao treino. Isso vamos decidir após o Campeonato Brasileiro, quando sentaremos com o Jair, comissão técnica e o vice de futebol (Cacá) para decidir. Precisamos saber as pretensões do Airton também. Ainda não há uma definição plena, mas será examinado.

Multa rescisória de Igor Rabello
– A multa é um pouquinho alta, é de 20 milhões de euros. Mas você pode negociar por 5, 8, 10, o que for. É o mercado que vai determinar esses valores. É a diretoria que tem toda a autonomia para realizar a venda se for interesse do Botafogo.

Saída prevista de Victor Luis para o Palmeiras
– O Victor Luís, infelizmente, acho que não vai ficar mais com a gente. O Palmeiras quer ele de volta, não sei por que eles não querem renovar mais um ano com a gente. Vamos aguardar.

Pré-temporada 2018 e novo CT
– Não dá para fazer a pré-temporada, lamentavelmente. Devemos fazer aqui no Rio de Janeiro ou talvez até no Espírito Santo, como fizemos nos últimos dois anos.

Nelson Mufarrej e Carlos Eduardo PereiraMufarrej e Carlos Eduardo Pereira querem continuar na liderança do Botafogo (Foto: Reprodução/Bandeirantes)

Inverter os papéis na chapa com CEP é reeleição?
– Não considero reeleição. Isso nunca tinha visto e acho muito importante. Nós acreditamos no projeto que lançamos quando assumimos. E temos essa obrigação da reconstrução do Botafogo. É uma nova eleição e estou muito contente de ter o Carlos Eduardo ao meu lado.

Reformas no ginásio de General Severiano
– Realmente houve gotas lá, mas acertamos toda a parte do telhado do ginásio, como também estamos mudando todo o piso do ginásio. É obvio que gostaríamos de fazer outras melhorias para que possamos fazer um estádio melhor para a prática dos esportes, como o basquete e do vôlei.

Novos planos do programa de sócio-torcedor
– Nós vamos na quarta-feira, através do nosso vice-presidente de administração, juntamente com vice-presidente executivo, lançar o novo projeto do sócio-torcedor.