Se o Botafogo pregou respeito ao Nacional-PAR, após conhecer o rival na segunda fase da Copa Sul-Americana, o clube paraguaio também adotou um discurso cauteloso, mas com um certo “ar de preocupação”.

Em entrevista à imprensa local na noite da última segunda-feira, na sede da Conmebol, o diretor Enrique Sánchez misturou conformismo com otimismo ao comentar o duelo contra o Fogão.

– Esse sorteio nos fez lembrar o anterior, quando pegamos o Cruzeiro (em 2017). Agora temos o Botafogo, outro clube grande do Brasil. Mas é isso aí, a Copa tem essas coisas. É uma equipe muito grande, mas o Nacional, de alguma forma, está acostumado a enfrentar os grandes. Algumas vezes foi bem, outras não. Bom, temos muita expectativa em passar por esse desafio e seguir avançando na Copa – disse o representante.

Nacional-PAR e Botafogo se enfrentam nos dias 1º e 16 de agosto por uma vaga nas oitavas de final da “Sula”. A primeira partida será em Assunção, e a segunda no Estádio Nilton Santos.

Enrique Sánchez comentou duelo do Nacional do Paraguai contra o Botafogo pela Copa Sul-Americana (Sudamericana)TRANQUILO, PERO NO MUCHO  Enrique Sánchez reconheceu tamanho do Botafogo, mas disse que Nacional-PAR está acostumado a encarar grandes desafios (Foto: Reprodução/Tigo Sports)