O árbitro chileno Roberto Tobar, de 40 anos, foi escalado pela Conmebol para apitar o duelo entre Nacional-PAR e Botafogo no dia 1º de agosto, em Assunção, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. Os compatriotas Claudio Ríos e Edson Cisternas serão seus auxiliares na partida.

Na atual temporada, ele comandou oito jogos, cinco pelo Campeonato Chileno e três pela Libertadores. Na Liberta, apitou a vitória do Palmeiras por 2 a 0 sobre o Boca Juniors, no fim de abril, na Bombonera.  No quadro da Fifa desde 2011, Tobar já distribuiu 44 cartões amarelos, uma média de 5,5 por partida, em 2018.

No ano passado, liderou dois confrontos relevantes: o jogo de volta da semifinal da Libertadores entre Grêmio e Barcelona de Guayaquil (0-1) e a decisão da Recopa Sul-Americana entre Atlético Nacional e Chapecoense (4-1).

Veja o histórico recente do árbitro Roberto Tobar:

Libertadores-2018
– Boca Juniors 0 x 2 Palmeiras (7 amarelos)
– Santa Fe 0 x 1 River Plate (2 amarelos)
– Millonarios 1 x 1 Independiente (7 amarelos)

Chileno-2018
– Universidad de Concepción 1 x 0 Audax Italiano (6 amarelos)
– Universidad de Chile 1 x 3 Colo-Colo (10 amarelos e 2 vermelhos)
– Curicó Unido 0 x 0 Colo-Colo (5 amarelos)
– Unión La Calera 1 x 0 Audax Italiano (3 amarelos)
– Universidad Catórlica 1 x 1 Universidad de Chile (4 amarelos)