Sem afobação no mercado, Botafogo projeta oportunidades no fim da janela europeia e vê ‘vantagem especial’ para o início de 2023

261 comentários

Carlos Eduardo Sangenetto

Carlos Eduardo Sangenetto

Compartilhe

John Textor, André Mazzuco, Luís Castro e elenco do Botafogo para temporada 2023
Vítor Silva/Botafogo

O Botafogo tem uma estratégia clara para reforçar o elenco neste início de temporada 2023. O Boletim do C.E apurou que a diretoria alvinegra decidiu esperar e monitorar o fim da janela de transferências da Europa para conseguir “atacar” as melhores oportunidades que surgirem no mercado. Entende-se que a partir do dia 31 de janeiro jogadores não movimentados no continente poderão ser negociados com mais facilidade para o Glorioso.

A análise sobre o mercado já tinha sido revelada em live do FogãoNET, no YouTube, no dia 16 de janeiro, na última segunda-feira (veja vídeo no fim da matéria). A partir de fevereiro, o Botafogo não teria mais a concorrência dos clubes europeus e poderia entrar em uma disputa mais justa financeiramente, se for o caso, com equipes brasileiras. Acredita-se que uma operação seria menos custosa em tal momento.

Essa posição de stand-by explica a não liberação de grandes recursos para contratações nas primeiras semanas de 2023. Internamente, existe a leitura de que “não faz sentido” o gasto com compra de direitos econômicos de jogadores. E mais, há quem enxergue a diferença no calendário brasileiro para o europeu como algo que pode ser conveniente. Uma carta na manga, um trunfo.

O calendário nos dá uma vantagem especial“, assim considerou uma fonte consultada recentemente pela coluna do FogãoNET.

Com jogadores já mapeados para futuras investidas, fazendo valer tal planejamento, o Botafogo terá até o dia 4 de abril, limite da janela nacional, para registrar eventuais reforços na CBF. Para se ter uma ideia do calendário na temporada, a fase de grupos da Copa Sul-Americana, ponto de partida do Fogão no torneio, está prevista para começar no dia seguinte (5/4). Serão dois meses completos para o departamento de futebol ir atrás dos atletas favoritos do scout e da comissão técnica de Luís Castro.

Vale lembrar que, nos últimos dias, foi noticiado que o Glorioso negocia com dois uruguaios que atuam no futebol europeu e que preencheriam importantes lacunas no atual elenco: o lateral-direito Giovanni González, do Mallorca (ESP), e o atacante Facundo Pellistri, do Manchester United (ING). Ainda não houve uma resposta definitiva dos clubes. Enquanto isso, no lado alvinegro, não há afobação.

Fonte: Redação FogãoNET

Notícias relacionadas