Conforme noticiado pelo site Globoesporte.com, o Botafogo já se articula para o ano de 2017 e a bola da vez é a renovação do técnico Jair Ventura, que ainda não possui um vinculo de treinador com o clube de General Severiano. O treinador, apesar de possuir vínculo de empresa e empregado, sem multa rescisória, chegou a receber um aumento em agosto, quando foi efetivado para o lugar de Ricardo Gomes.

Como a continuidade do técnico para o ano que vem ainda não está acertada, isso talvez explique a resistência de Jair em comentar o futuro do Botafogo, o técnico vem evitando falar de reforços, dispensa de jogadores e nem mesmo da possibilidade de disputar a Libertadores do ano que vem.

Os números do técnico no comando do Botafogo, também impressionam. Em 15 jogos pelo returno do Brasileiro, o treinador só perdeu três jogos e sofreu incríveis 5 gols, chegando a uma média de 0,3 gols sofridos por jogo. Em cima disso, a intenção da diretoria para o ano que vem, é firmar um vinculo de treinador com cláusulas e especificações próprias de vínculos para treinadores. E claro, dar um aumento e colocar o técnico em um patamar similar ao dos treinadores que passaram pelo Botafogo. O treinador tem atingido tanto destaque nessa sua primeira experiência como técnico que já foi até capa do jornal português “A Bola”.

Internamente no clube, o treinador é elogiado por jogadores e funcionários por sua intensidade nos treinamentos. Jair Ventura gosta de fazer treinos pela manhã e sempre com algum mistério, pois costuma fechar muitos treinos para imprensa. O treinador também vem se mostrando um bom estrategista e tem mudado bastante o estilo de jogo da equipe alvinegra, tornando assim uma equipe imprevisível para seus adversários.

Jair Ventura é filho do ídolo Jairzinho, furacão da Copa de 70. Ele chegou ao Botafogo em 2008, e ficou até o fim de 2013, foi demitido pela antiga gestão, e recontratado no início de 2015, já sob a atual administração de Carlos Eduardo Pereira. O atual treinador já teve várias funções no clube: já foi estagiário de preparação física, técnico do sub-20, treinador interino e auxiliar permanente antes de chegar a comandante do elenco profissional. Com o treinador, o Botafogo já possuí 91% de chances de conseguir uma vaga na próxima Libertadores da América.

Fonte: Torcedores.com e Globoesporte.com