Virou novela! A situação de Sassá no Botafogo segue indefinida. A estratégia de afastar o atacante pode ser arriscada, já que o contrato com o Alvinegro vai até dezembro e, portanto, a partir de julho, o atleta vai estar livre para assinar pré-contrato com outro time.

Segundo a apuração do Esporte Interativo, o grupo de empresário que cuida da carreira do atacante, Traffic, foi comunicado pelo Botafogo de uma proposta de um clube chinês, porém, nenhum documento oficial foi enviado. Enquanto Sassá treina à parte, o staff do atleta corre nos bastidores para resolver a situação do atacante.

Dois clubes brasileiros estão monitorando a situação de Sassá: Corinthians e Cruzeiro. No ano passado, ambos já haviam feito propostas pelo atacante, que não foram aceitas pelo Botafogo. A equipe paulista ofereceu cerca de R$2 milhões, mas o Alvinegro não entrou em detalhes e descartou a negociação.

Já o time mineiro ofereceu um valor que gira em torno de R$ 3 milhões e aceitou envolver jogadores na transação, mas a proposta não foi vista com bons olhos pelo Botafogo, já que a multa rescisória do atacante é de R$ 30 milhões e, na ocasião, o jogador era um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Esporte Interativo