Após a primeira vitória sob o comando de Alberto Valentim, o Botafogo, junto com o treinador e sua comissão técnica, parece estar buscando mais um jogador para reforçar o elenco: trata-se do volante Marcelo, que é criado na base do Vitória e foi um jogador regular pelo clube rubro-negro em 2016. Atualmente, o atleta de 23 anos está no Bnei Yehuda, de Israel, emprestado pelo Maccabi Tel Aviv.

Marcelo subiu para a equipe profissional do Vitória em 2013. Assim como grande parte dos jogadores jovens, esteve no banco inicialmente, mas teve uma boa atuação contra o próprio Botafogo no Campeonato Brasileiro daquele ano, quando conseguiu marcar Seedorf e Lodeiro com muita qualidade e garantiu a vitória para a equipe treinada, à época, por Ney Franco por 1 a 0.

Em contato com a VAVEL Brasil, André Cury, empresário do atleta, afirmou que conversa com o Botafogo. A negociação está bastante avançada e tem para se concretizar, já que Marcelo não vem sendo utilizado no Bnei Yehuda, ficando, na maior parte das vezes, até sem ser relacionado. O atleta viria por empréstimo até o final do ano. Na atual temporada, o clube israelense participou de três fases do estágio preliminar da Uefa Europa League, e Marcelo não esteve presente nem no banco em nenhum desses jogos.

Marcelo também pode atuar como um jogador pelo lado direito do campo. Apesar de não ser um exímio passador, tem forte chegada na área e boa finalização e média distância – em 2016, marcou cinco gols: três pelo Campeonato Brasileiro, incluindo um contra o Fluminense, um pelo Campeonato Baiano e um pela Copa do Brasil.

Atualmente, o Botafogo conta com Dudu Cearense, João Paulo, Matheus Fernandes, Rodrigo Lindoso, que estão ‘consolidados’ na equipe principal do Alvinegro, e o jovem Gustavo Bochecha, que se machucou gravemente em 2017 e, por isso, não recebeu muitas chances após sair das categorias de base, para a posição de volante.

Fonte: Vavel