Ainda sem assinar a renovação com o Botafogo, Jobson tem seu nome envolvido numa possível negociação com um rival do Alvinegro. Quinta-feira, pessoas ligadas ao camisa 9 entraram em contato com a diretoria do Fluminense para oferecer os serviços do jogador.

Apesar de o Botafogo dar como certa a renovação até o fim de 2016, o representante do jogador, o advogado Rodolpho Cezar, já afirmou que nada está definido sobre a permanência de seu cliente. Procurado pela reportagem do EXTRA nos últimos dois dias, Cezar não foi encontrado para comentar o contato com o Fluminense.

No Botafogo, a informação foi recebida com surpresa. No entanto, o Alvinegro mantém a confiança de que irá assinar a renovação de contrato com os jogador nos próximos dias. A diretoria negocia diretamente com o atacante, sem intermediários.

Antes do anúncio da renovação, feito por parte do Botafogo, pessoas próximas a Jobson davam como certa a saída do jogador de General Severiano. O entrave para a permanência seria a oferta salarial do clube, muito aquém do imaginado pelo atacante.

— Jobson tem muita gratidão pelo Botafogo e por tudo o que foi feito por ele. O problema é o salário. A renovação dele não é tão simples assim — disse uma pessoa próxima ao jogador.

Com contrato até o fim de junho, Jobson passou de dúvida a uma peça importante para o Botafogo nesta temporada. Com seis gols no Campeonato Estadual, ele ganhou a vaga de titular na equipe e tem formado a dupla de ataque do Alvinegro com o parceiro Bill.

Fonte: Extra Online