A diretoria do Botafogo está muito satisfeita com o rendimento do time no Campeonato Carioca, já que o Glorioso lidera com 19 pontos e está perto de se classificar para as semifinais. Porém, o pensamento em General Severiano é que o plantel precisa ser reforçado para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. A ordem é não correr riscos em relação ao acesso do time. Justamente por isso que o vice-presidente de futebol Antônio Carlos Mantuano tem mantido contatos diários com o diretor Antônio Lopes e com o técnico René Simões a fim de mapear opções no mercado.

Alguns nomes começam a surgir com força e a ideia é tentar buscar atletas identificados com o clube, que tenham tido alguma passagem por General Severiano e que não precisariam de uma adaptação. Três nomes estão sendo estudados com carinho: o zagueiro Antônio Carlos, o meia Maicosuel e o atacante Elias.

Antônio Carlos tem 31 anos e está “encostado” no São Paulo. O jogador não vem sendo aproveitado pelo técnico Muricy Ramalho. A ideia da diretoria do Botafogo é tentar utilizar a situação judicial que se transformou a negociação do meia Daniel com o Tricolor paulista para buscar um acordo. O jovem apoiador conseguiu assinar contrato com o Tricolor paulista após conseguir a liberação unilateral do Botafogo na Justiça. Só que advogados botafoguenses estão otimistas em relação a conseguirem a reintegração do jogador, que se recupera de lesão e que tem gerado mais despesa do que benefício no Morumbi.

Se conseguir chegar a um acordo com o São Paulo por Daniel, o Botafogo pretende incluir na negociação Antônio Carlos, além dos direitos federativos do lateral direito Luis Ricardo, que está emprestado.

Maicosuel, de 28 anos, vem perdendo espaço no Atlético-MG, com quem tem contrato até 2019. O jogador vem sendo perseguido pelos torcedores e estaria disposto a aceitar um retorno ao Botafogo. A negociação, porém, passa pelo Galo aceitar pagar parte dos salários do jogador.

Já o atacante Elias, de 28 anos, foi apresentado ao Nova Iguaçu no início desta semana e assinou contrato de dois anos com o clube da Baixada Fluminense, lanterna do Campeonato Carioca. Após o Estadual o jogador, que defendeu o Botafogo até o início do ano passado, terá apenas a Copa Rio, uma vez que o Laranja da Baixada Fluminense não vai disputar as série C ou D do Brasileirão. A ideia do Glorioso é conseguir o empréstimo do atleta até o fim do ano.

Com os três jogadores, na visão da diretoria, o Botafogo ganharia um time ainda mais encorpado e experiente para suportar a pressão da Série B e paralelamente tentar um bom papel na Copa do Brasil. Porém, em General Severiano, a ordem é não falar em reforços até que termine a participação do time no Campeonato Carioca e o foco passe a ser mesmo a Segundona do Brasileirão.

Dentro de campo o Botafogo segue se preparando para o clássico de domingo, às 18h30(de Brasília), contra o Fluminense, no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), pela oitava rodada do Campeonato Carioca. Para este compromisso René não poderá contar com o zagueiro Roger Carvalho, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Diego Giaretta deverá ser o substituto, formando dupla de zaga com Renan Fonseca. Já o meia Diego Jardel, ainda sem o melhor ritmo, pode perder a posição para Sassá ou até mesmo para o retorno de Fernandes. A definição da formação que vai a campo, porém, deverá acontecer somente nos treinos previstos para quinta e sexta, ambos na parte da tarde.

Fonte: Gazeta Press