Quase 12 anos depois, o meia Almir pode estar retornado ao Botafogo. O jogador foi peça fundamental na campanha do acesso à Série A do Brasileirão em 2003, e as especulações de que a diretoria alvinegra estuda sua contratação deixa o atleta de 32 anos empolgado.

“Criei uma identificação com o Botafogo exatamente naquela Série B e o próprio torcedor ainda tem aquilo na memória. É emocionante saber que existe a possibilidade de voltar. Quando há comentários sobre o meu futuro procuro não me entusiasmar. Mas quando se trata do Botafogo, é impossível evitar. Agora é ter paciência, deixar tudo acontecer. E ser der certo, é recolocar o Botafogo na Primeira Divisão, como fiz em 2003”, declarou.

Ele, que afirma não saber muito sobre o interesse do Fogão, está atualmente defendendo as cores do Bangu. Em sua carreira, possui passagem por três times do futebol sul-coreano, assim como em outros tradicionais clubes do futebol brasileiro como Figueirense, Atlético/MG, Ponte Preta e América/RN.

“Acredito que esse interesse não foi somente pelo que fiz no passado, mas pelo que venho mostrando agora. É motivo de satisfação saber que meu esforço não está sendo em vão. Naquela época digamos que eu era mais agressivo com a bola nos pés, tentava mais as jogadas individuais. Hoje me vejo como um jogador que procura mais dar assistências, além de buscar os gols. Mas a torcida pode esperar a mesma vontade e a mesma identificação. Meu objetivo sempre foi dar alegria ao torcedor”, concluiu Almir.

Fonte: Futnet