O sorteio colocou o Deportivo Quito como adversário do Botafogo na primeira fase da Copa Libertadores de 2014 – mais conhecida como pré-Libertadores. O primeiro jogo será na altitude de Quito, e o segundo será no Maracanã.

O Deportivo Quito tem 73 anos de história e manda seus jogos no tradicional Estádio Olímpico Atahualpa, com capacidade para 36 mil pessoas. Será a décima participação do clube na principal competição sul-americana. A classificação veio após ter terminado o Campeonato Equatoriano na terceira colocação.

O grande nome da equipe é o zagueiro Giovanny Espinoza, de 36 anos e que teve passagem apagada pelo Cruzeiro em 2008. Outro conhecido é o goleiro Fabián Carini, uruguaio, que está treinando separadamente do elenco desde setembro deste ano. Além destes, o argentino Frederico Nieto, que jogou no Atlético-PR de 2010 até o início de 2013, é a referência da equipe no ataque.

Passando, o Botafogo vai ficar no Grupo 2, ao lado de Unión Española, Independiente del Valle e o terceiro representante da Argentina, que pode ser San Lorenzo ou Lanús. O San Lorenzo se classifica se conquistar o Torneo Inicial, que se encerra neste domingo. Caso contrário, entra o Lanús. O San Lorenzo lidera o campeonato, com 32 pontos, e visita o Vélez Sarsfield (30). No outro jogo, Newell’s (30) e Lanús (30) se enfrentam.

O Unión Española, cabeça-de-chave do grupo, foi campeão do Torneo Transición de 2013, realizado no primeiro semestre. O clube tem 116 anos de história e manda seus jogos no acanhado Estadio Santa Laura, em Santiago, com capacidade para 22 mil pessoas. Será a 11ª participação do clube chileno na Libertadores. Em seu elenco, jogadores conhecidos como o uruguaio Diego Scotti, o argentino Matías Abelairas (ex-Vasco) e o bom atacante Gustavo Canales (ex-Arsenal de Sarandí).

A equipe mais teoricamente mais fraca no grupo é o Independiente del Valle, do Equador, que jogará sua primeira Copa Libertadores na história. O clube manda seus jogos no pequenino Estádio Municipal General Rumiñahui, em Sangolquí, na Grande Quito, a 2,5 mil metros de altitude. A equipe foi vice-campeã do Campeonato Equatoriano, perdendo o título para o Emelec.

Fonte: Redação FogãoNET e Lancenet!