Alvinegros reclamam da Puma, distribuidora de material esportivo do Botafogo

Compartilhe:

Além do momento delicado que vive dentro de campo, correndo risco de deixar o G4 do Campeonato Brasileiro logo na reta final, fora dele o Botafogo também vem encontrando problemas. Em especial, com a Puma, fornecedora de material esportivo do Glorioso desde o ano passado.

Torcedores têm tido muita dificuldade em encontrar as peças, tanto de jogo como de linhas casuais. Além da escassez de exemplares, o botafoguense tem dificuldade em adquirir uma peça que seja do tamanho adequado.

Durante algumas semanas, o economista Marco Ceciliano dirigiu-se à loja oficial que fica na sede do clube, em General Severiano, mas não encontrou a camisa de jogo, nos tamanhos M (médio) e G (grande).

– Uma vez, tentei comprar a camisa de jogo listrada, no modelo G, mas o vendedor disse que não tinha. Solicitei, então, outros dois tipos, mas também não tinha no tamanho que me servia. Quem me atendeu, não conseguiu informar a previsão de chegada – afirmou o torcedor, que relatou outra experiência negativa.

– Semanas depois, retornei à loja, mas a situação estava ainda pior. Havia até menos opções – lamentou.

Além dos torcedores, quem sofre também são os vendedores. Um deles, que pediu para não ser identificado, afirmou que a distribuição da Puma tem deixado a desejar. E que por isso tem perdido diversas vendas, comprometendo o orçamento, já que o salário varia conforme o percentual que negocia.

– A distribuição da Puma tem sido péssima. Há um bom tempo não temos diversas peças. Assim como os torcedores, nós também saímos perdendo – disse o vendedor.

Procurada pela reportagem, a Puma afirmou que “a distribuição está em dia e está tudo muito bem organizado com o mercado, conforme pedidos dos próprios lojistas.”

Fonte: Lancenet!

Comentários