Enquanto uns saem, outros chegam. Insatisfeito com o banco de reservas, o atacante Michel Henrique deve ser liberado para acertar com outro clube nos próximos dias. Por outro lado, a diretoria do Tupi está muito próxima de anunciar a contratação do meia Octávio, que não faz parte dos planos de Ricardo Gomes no Botafogo.

Revelado pelo próprio Fogão, Octávio disputou três partidas em 2016, mas ficou sem clima depois de provocar alguns torcedores na vitória sobre o Juazeirense, pela Copa do Brasil. Na semana passada, membros de uma torcida organizada invadiram o treinamento e pediram a saída do meia, que tem 22 anos e acumula passagens por ABC e Fiorentina-ITA.

Enquanto a diretoria alvinegra trabalha nos bastidores para qualificar o elenco, o técnico Estevam Soares precisa se virar com o que tem em mãos. Sem vencer há seis jogos – cinco empates e um empate -, o Tupi volta a campo neste sábado, contra o Criciúma, às 16 horas, pela décima rodada. Com quatro pontos, o time é o penúltimo colocado.

Na última quinta-feira, Estevam Soares comandou o último treinamento em Juiz de Fora antes da viagem à Criciúma e a viagem foi fechada para a imprensa. Apesar do mistério, o treinador confirmou que a base do time será mantida. O único desfalque é o zagueiro Hélder, que sentiu dores no joelho diante do Luverdense e está vetado pelo departamento médico. Rodolfo Mol será o substituto.

“Vocês (jornalistas) mesmo disseram que o time vem jogando bem, então não há motivo para fazer grandes mudanças. Estamos atentos a tudo… Vamos viajar para Criciúma para uma guerra esportiva e tentar sair de lá com a vitória”, afirmou Estevam Soares, que faz sua terceira partida no comando do Galo Carijó.

O Tupi deve entrar em campo com: Rafael Santos, Henrique, Rodolfo Mol, Heitor e Bruno Costa; Jataí, Marcos Serrato, Kiss e Hiroshi; Thiago Silvy e Giancarlo.

Fonte: Futebol Interior