Depois de fechar com o meia Jorge Wagner, o Botafogo espera poder anunciar pelo menos mais um reforço até o fim do ano. Mas o clube encontra dificuldades para contratar para uma posição considerada crucial: o ataque.

A tentativa de tirar Rafael Sóbis do Fluminense pôs o Botafogo em contato com a dura realidade do mercado. O atacante tricolor ganha R$ 400 mil e tem multa rescisória de R$ 24 milhões, valor muito elevado para um clube com dificuldades financeiras. Um jogador da posição seria anunciado até o Natal, mas as negociações não evoluíram.

Ao promover o técnico dos juniores, Eduardo Húngaro, o Botafogo sinalizou que a temporada, apesar da tão sonhada volta à Libertadores após 17 anos, não será marcada por loucuras no campo econômico. A diretoria terá quer ser certeira ao contratar e saber aproveitar a base, tanto que os meias Sidney e Daniel foram promovidos. Ambos têm 19 anos, estavam nos juniores na última temporada e vão compor o elenco, mas poderão ter chances no Carioca, porque Húngaro poderá usar dois times, um no Estadual e outro na Libertadores.

Fonte: O Globo Online