Emprestado pelo Palmeiras até o fim deste Campeonato Brasileiro, Erik terá 18 jogos para provar se a aposta do Botafogo foi vantajosa ou não. O atacante de 24 anos, que estava cedido ao Atlético-MG desde janeiro, chega como o 11º reforço do clube carioca na temporada. E, ao que tudo indica, para por aí.

Depois de Nelson Mufarrej, presidente do Botafogo, ter admitido que não será simples trazer mais reforços para o Glorioso, foi a vez de Anderson Barros, gerente de futebol, seguir a mesma linha e mostrar que não há inquietação quanto ao mercado, por ora.

– A ideia, hoje, não seria a de novas contratações, mas posso dizer que estamos sempre discutindo mercado, novas chegadas. Caso apareça novas oportunidades, iremos atrás – disse Barros, na apresentação de Erik.

– É um prazer mais uma vez estar aqui, apresentando o Erik. Essa é mais uma oportunidade especial para nós. Esperamos que ele esteja pronto para nos ajudar até o fim desta temporada – elogiou o dirigente.

Antes de Erik, o Botafogo já havia apresentado dez reforços para 2018. Desses, Leandro Carvalho foi o único que deixou o clube, emprestado ao Ceará, e sete estão emprestados – Yago, Moisés, Jean, Marcelo, Renatinho, João Pedro e Aguirre. Além de Leandro, Kieza e Luiz Fernando foram comprados pelo clube.

Fonte: Terra