O imbróglio acerca dos valores que serão destinados ao Sport após o acerto da transferência de Ezequiel ao Cruzeiro foi resolvido na manhã desta sexta-feira. Após negociação entre o Botafogo – clube que emprestou o atleta ao Leão – e a Raposa mineira, ficou acertado que o jogador deixaria o Rubro-negro para ser comandado por Rogério Ceni na disputa da Série A, mas até então, o time carioca e os pernambucanos não haviam entrado em acordo sobre a compensação financeira que chegaria à Ilha do Retiro.

As tratativas começaram quando o Cruzeiro fez uma proposta para ter o jogador por empréstimo. O clube carioca aceitou, mas precisaria pagar uma multa ao Leão. Inicialmente, a diretoria alvinegra havia proposto o pagamento de apenas 20% do valor, algo que não foi aceito pelos leoninos. Porém, a boa relação entre as diretorias de Sport e Botafogo facilitou a resolução do negócio. Além de Ezequiel, o meia Leandrinho também tem os direitos econômicos ligados ao clube da Estrela Solitária, algo que demonstra como são estreitos os laços entre os clubes.

Segundo o diretor de futebol rubro-negro, Wanderson Lacerda, a negociação foi selada devido a atuação do departamento jurídico do Leão. “Está tudo acertado entre os clubes. Nosso Departamento Jurídico tomou conta da situação e já está tudo certo para a saída do jogador”, contou. O dirigente não informou maiores detalhes acerca da transação, devido ao fato de estar acompanhando o time, que enfrenta o Oeste, em Barueri, pela 20ª rodada da Série B, no próximo sábado, às 11h.

Fonte: Superesportes