A torcida do Botafogo não perdoou a derrota de 2 a 1 para o CRB, em Maceió, na sexta-feira. Neste sábado, cerca de 20 torcedores do clube hostilizaram os jogadores durante o desembarque da delegação no Aeroporto Santos Dumont. O lateral-esquerdo Carleto, o volante Willian Arão e o zagueiro Renan Fonseca foram os principais alvos do protesto que começou no saguão e foi até o ônibus que esperava os atletas.

Sabendo da possibilidade da revolta dos torcedores, o clube reforçou a segurança no aeroporto com vigilantes particulares, com o apoio de policiais militares. Apesar da intensidade do protesto, não houve agressões.

Com a derrota para o CRB — que é apenas o 11º colocado da Série B — o Botafogo perdeu a oportunidade de assumir a liderança da competição. Por isso, os cariocas seguem em terceiro lugar, com 36 pontos, atrás de Vitória e Paysandu. Na próxima rodada, o Alvinegro enfrenta o Atlético-GO, na terça-feira, às 21h30m, no Engenhão.

Fonte: Extra Online