As eliminações do Campeonato Carioca e da Copa Libertadores já estão provocando mudanças no Botafogo. Além do “rebaixamento” do treinador Eduardo Hungaro de volta à função de auxiliar técnico, o clube já encaminhou o empréstimo do centroavante Henrique ao Bahia. Nesta sexta, o camisa 9 compareceu ao treino no Engenhão calçando chinelos, apenas para despedir-se dos companheiros.

Outras novidades são esperadas nos próximos dias. O presidente Mauricio Assumpção prometeu a contratação de um novo treinador até terça-feira, e espera oficializar o atacante Emerson Sheik até segunda. Para abrir espaço no orçamento para os reforços, o clube deve aumentar a “barca”.

“Isso (reformulação) é uma questão que passa pelo departamento de futebol. Mas, obviamente, quando eu falo que preciso abrir espaço para contratar, fica subentendido (que jogadores vão sair). A forma como isso vai ser feita vai ser definida pelo departamento de futebol”, despistou Assumpção.

Com o bloqueio de 100% das receitas devido ao acúmulo de dívidas, o Botafogo teve de diminuir o orçamento destinado ao futebol de 2013 para 2014, ano que marcou a volta do clube à Libertadores após 18 anos, e tem atrasado o pagamento dos salários do elenco. Assumpção, no entanto, citou vitórias obtidas na Justiça durante esta semana, e revelou expectativa pela regularização dos vencimentos dos atletas até quinta-feira.

“A gente deve liberar alguns recursos na semana que vem. Tivemos algumas decisões favoráveis na Justiça essa semana. Eu estive em Brasília. A gente está conseguindo liberar alguns recursos e acredita que na quarta ou quinta-feira que vem alguns desses recursos estarão em caixa para a gente normalizar a situação dos salários dos jogadores”, concluiu.

Toda as mudanças pelas quais o Botafogo passa visam um bom desempenho no segundo semestre, que começa com a estreia no Campeonato Brasileiro no dia 20 de abril, contra o São Paulo, no Morumbi. A partida está marcada para 16h (de Brasília).

Fonte: ESPN.com.br