Após protesto ‘legítimo’, diretoria admite atraso ‘incômodo’

Compartilhe:

A diretoria do Botafogo emitiu nesta sexta-feira nota oficial sobre a reclamação dos jogadores do clube, que não vão se concentrar para a partida contra o Corinthians, neste sábado, às 21h (de Brasília), no Pacaembu, pela primeira rodada do Brasileirão, por causa do atraso de salários. De acordo com a nota, o clube considera legítimo o protesto do elenco e vai trabalhar para regularizar o pagamento.

Os jogadores do Botafogo decidiram viajar a São Paulo apenas no sábado, dia do jogo. O clube deve dois meses de direitos de imagem, um de salário na carteira (CLT) e todas as premiações do ano até agora (Taça Guanabara, Taça Rio, Carioca e passagens de fase na Copa do Brasil).

Em comunicado feito em nome do grupo, os jogadores explicam a atitude de não se concentrar. No texto, atletas garantem que o atraso dos salários não vai influenciar no desempenho do time em campo, assim como vinha acontecendo na campanha vitoriosa do Campeonato Carioca.

Confira a íntegra da nota oficial:

O Botafogo de Futebol e Regatas reconhece que há um atraso no pagamento da remuneração de seus atletas, e considera legítimo que o assunto seja -como vem sendo – discutido entre eles e a direção do clube.

O Botafogo de Futebol e Regatas está trabalhando e continuará a fazê-lo para regularizar, no menor prazo possível, essa situação, errada e incômoda.



Fonte: Globoesporte.com
Comentários