Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Taça Rio

09/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Nova Iguaçu
NOV

X

Escudo Botafogo
BOT

Carioca

02/05/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

0

X

0

Escudo Nova Iguaçu
NOV

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

4

X

0

Escudo Macaé
MAC

Após rejeitar oferta, agente de Jefferson e Botafogo marcam reunião para sexta

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Após criticar a proposta do Botafogo para quitar a dívida de R$ 2 milhões com Jefferson, Gerson Sá, um dos representantes do goleiro, e a diretoria alvinegra agendaram uma nova reunião para o início da noite da próxima sexta-feira, segundo o Lancenet!. O Glorioso quer extender o contrato do camisa 1 até dezembro de 2017. Jefferson tem contrato até dezembro de 2015, mas decidiu não se reapresentar nesta quinta-feira.

– O e-mail recebido na terça foi muito simples. Além de ter somente seis linhas, estava muito aquém do esperado. A proposta foi rejeitada de pronto e na minha resposta, também por e-mail e por telefone, disse que estou à disposição para uma reunião. Não foram dadas garantias de pagamento, e a forma de pagamento não contempla o que nós esperamos. Além disso, nossa ideia era de que a dívida fosse quitada em menos parcelas – afirmou Gerson Sá, em entrevista ao Globoesporte.com sobre a primeira proposta.

O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, respondeu afirmando que a proposta enviada está dentro das possibilidades financeiras do clube, e explicou o ocorrido:

– Não vejo razão para contrariedade, porque há um contrato em vigor, uma dívida que foi parcelada e o desejo de renovar o contrato até 2017. Tudo está sendo tratado dentro de um prazo razoável. As garantias de pagamento são a relação do Botafogo. Hoje há uma nova gestão, que está montando um plantel dentro das possibilidades e dentro de um orçamento. Não adianta dizer que vamos pagar em quatro vezes, como a outra gestão, e não cumprir. Foi uma proposta pensada e dentro dos limites extremos do Botafogo, feita para efetivamente ser paga. Temos receitas a serem liberadas e ainda esperamos respostas de empresas, que somente agora, após o ano-novo, estão voltando às atividades. Acho que o representante do jogador deveria enxergar o copo meio cheio, e não meio vazio – afirmou Pereira ao Globoesporte.com.

Notícias relacionadas
Comentários