Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Série B

26/06/21 às 16:30 - Castelão

Escudo Sampaio Corrêa
Sampaio Corrêa
SAM

X

Escudo Botafogo
Botafogo
BOT

Série B

20/06/21 às 16:00 - Aflitos

Escudo Náutico
Náutico
NAU

3

X

1

Escudo Botafogo
Botafogo
BOT
Ler a crônica

Série B

17/06/21 às 19:00 - Do Café

Escudo Londrina
Londrina
LON

2

X

2

Escudo Botafogo
Botafogo
BOT
Ler a crônica

Após Robinho, Botafogo recusa Riquelme por falta de dinheiro (!)

0 comentários

Por FogãoNET

Compartilhe

Sem dinheiro, o Botafogo recusou negociar para ter Robinho na última semana. Nesta terça-feira, mais um jogador com peso para se tornar ídolo da torcida alvinegra foi oferecido e, prontamente, descartado pela diretoria. Trata-se de Riquelme, que atualmente defende o Boca Juniors-ARG, mas com contrato apenas até o final deste mês.

Para fechar com Riquelme, o Botafogo teria que pagar R$ 500 mil de salário, além de R$ 3 milhões de luvas, que seriam divididos pelos meses de contrato – caso o vínculo fosse de um ano, o vencimento do argentino seria de R$ 750 mil. O Alvinegro, no entanto, sequer alimentou a possibilidade e descartou a oferta para contar com o argentino.

O principal motivo é a crise financeira vivida pelo clube. Mas este não foi o único argumento contra o experiente meia. Há um consenso no Botafogo de que Riquelme, de 35 anos, não teria um condicionamento físico à altura do que o Alvinegro considera ideal. Neste ponto, o camisa 10 do Boca Juniors também não era visto como imprescindível.

Por maior que seja a insatisfação da torcida, o Botafogo demonstra coerência. Com dois meses de salários atrasados na carteira e quatro em direito de imagem, o Alvinegro não fará grandes contratações se não conseguir colocar tudo em dia. Por outro lado, a comissão técnica não se anima com a chegada de qualquer reforço especulado, o que gera a demora nas negociações.

O técnico Vagner Mancini não esconde que conta com a chegada de jogadores para fazer o Botafogo brigar por posições de destaque no Brasileiro. O treinador conta com a contratação de cinco ou seis reforços. As principais carências do elenco, na opinião do treinador, estão no ataque e no meio de campo.

O grande sonho é Vitinho, mas além de os russos não estarem facilitando a negociação, o alto salário também é empecilho. A alternativa era Renato Augusto, mas o Corinthians deixou claro que o apoiador não está disponível e frustrou os planos do Botafogo, que corre contra o tempo para entregar o elenco completo na volta das férias, no dia 16 de junho.

Notícias relacionadas
Comentários