Irritado com a arbitragem deste domingo, o técnico do Botafogo, Vágner Mancini, se exaltou no confronto diante do Cruzeiro, no Mineirão. O comandante xingou o quarto árbitro da partida, e acabou sendo expulso ainda no primeiro tempo. O árbitro principal, Elmo Alves Resende Cunha, relatou o desentendimento na súmula.

“Você é um b…, não vale nada! Estou falando com você, você tem que olhar para mim. Quero você lá no vestiário. Você é um m…, estou te esperando lá embaixo”, foi o que o treinador proferiu, segundo o árbitro.

No segundo tempo, enquanto o comandante assistia a partida por um camarote, o quarto árbitro encontrou dois telefones em uma mala no banco de reservas alvinegro. Mancini se explicou, e negou que tenha entrado em contato com alguém dentro de campo, o que não é permitido.

“Não procede, desconheço essa informação. Temos uma base no Rio de Janeiro, o meu outro auxiliar fica lá passando as informações. O meu está aqui (mostrando seu celular), certamente esse não foi”, afirmou.

Fonte: FutNet